Afrânio Riul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Afrânio Riul
Informações pessoais
Nome completo Afrânio Francisco Riul
Data de nasc. 28 de abril de 1949
Local de nasc. Jardinópolis, SP,  Brasil
Falecido em 14 de julho de 1996 (47 anos)
Local da morte Ribeirão Preto,  São Paulo,  Brasil
Informações profissionais
Clubes de juventude
1970 Brasil São Paulo Botafogo FC
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1971-1973
1974-1975
1976-1976
1977-1979
1979-1979
1980-1980
1981
Brasil São Paulo Botafogo FC
Brasil São Paulo Guarani FC
Brasil Bahia EC Vitória
Brasil São Paulo Ponte Preta
Brasil Rio de JaneiroCR Vasco da Gama
Brasil PernambucoSport Club do Recife
Brasil ParanáColorado EC
Times/Equipas que treinou
1990-1990
1991-1991
1992-1992
1993-1993
1993-1993
1994-1994
1994-1994
1995-1995
1996
Brasil São Paulo Rio Branco EC
Brasil São Paulo AE Araçatuba
Brasil São Paulo Botafogo FC
Brasil São Paulo Comercial FC
Brasil São Paulo GE Novorizontino
Brasil São Paulo Ponte Preta
Brasil São Paulo Corinthians
Brasil São Paulo AE Araçatuba
Brasil São Paulo São José EC

Afrânio Francisco Riul (Jardinópolis, 28 de abril de 1949Ribeirão Preto, 14 de julho de 1996) foi um futebolista e treinador brasileiro.

Vida[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Afrânio Francisco Riul[1] nasceu em Jurucê, em 28 de abril de 1949, sendo filho de Octaviano Riul e Amélia Minto Riul.

Jogador[editar | editar código-fonte]

Começou a carreira no Botafogo de Ribeirão Preto, cidade próxima a Jurucê, e atuava como ponta esquerda. Jogou pelo Guarani, seguindo em seguida para o Vitória da Bahia.

Retornou para o Estado de São Paulo para jogar na Ponte Preta de Campinas, depois foi para o Vasco[2] e em seguida para o Sport, antes de chegar no Colorado, onde encerraria a carreira[3].

Técnico[editar | editar código-fonte]

Como treinador[1], estreou no Rio Branco de Americana e depois foi trabalhar no Araçatuba, onde foi campeão Paulista da A3 em 1991.

Depois foi para o Botafogo de Ribeirão Preto, onde comandou o Pantera na elite do Paulista[4]. Na sequência foi para o rival do Botafogo, o Comercial, e no Bafo foi vice-campeão da A2 em 1993[5].

Depois foi para o Novorizontino, onde conquistou um Paulista da Série B[5]. Na sequência foi treinar a Ponte Preta, mas acabou contratado pelo Corinthians para o Campeonaoto Paulista de 1994. Estreou no Timão com uma vitória de 1 a 0[1] num amistoso contra o Comercial em Ribeirão Preto, mas durou apenas mais quatro partidas no comando do clube, caindo após uma goleada de 4 a 0[1] sofrida para o Guarani em Campinas[6].

Voltou para o Araçatuba em 1995[3], e em 1996 fez seu último trabalho no futebol, treinando o São José[6].

Morte[editar | editar código-fonte]

Afrânio Riul morreu em um acidente de carro em 14 de julho de 1996, em Ribeirão Preto, aos 47 anos, deixando dois filhos: Afrânio Francisco Riul Filho e Vinícius Riul[3].

Títulos e conquistas[editar | editar código-fonte]

Campeão[editar | editar código-fonte]

  • Araçatuba

São Paulo Campeonato Paulista de Futebol - Série A3: 1991

  • Novorizontino

São Paulo Campeonato Paulista de Futebol - Série B: 1993

Vice-campeão[editar | editar código-fonte]

  • Comercial

São Paulo Campeonato Paulista de Futebol - Série A2: 1993

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.