Agência Nacional Aeroespacial do Azerbaijão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Agência Nacional Aeroespacial do Azerbaijão (MAKA, na sigla em inglês; em azeri: Azərbaycan Milli Aerokosmik Agentliyi) é uma organização governamental que coordena todos os programas azeris de investigação espacial com objetivos científicos e comerciais. Ele foi criado em 1992, substituindo o Kaspiy, antigo centro de investigação científica da Academia Nacional de Ciências do Azerbaijão.[1][2] A organização está sediada na capital do país, Baku, e tem como administrador atual Alchin Shirinzade.[3]

História[editar | editar código-fonte]

O programa espacial do Azerbaijão é principalmente realizado através da cooperação internacional como já o era durante a era soviética. Alguns programas do Azerbaijão produziram equipamentos para a União Soviética realizar projetos espaciais, mas suas instalações estão agora inativas.[4] O programa incluiu uma sequência de missões de satélites, tanto os nacionais quanto internacionais, feitos em cooperação com outras nações do mundo.

Em 2006, a administração da agência foi transferida para o Ministério da Indústria da Defesa do Azerbaijão.[5] Em 2009, a indústria espacial do Azerbaijão impulsionou-se com a nova agência criada no âmbito do programa estadual para o desenvolvimento da indústria espacial, após a aprovação de Ilham Aliyev[6] Como parte do programa, em 2013 ocorreu a apresentação de propostas para a montagem no país e produção de VSAT (Terminal de satélite de abertura Muito Pequena). Uma estação de terra pequena para a transmissão por satélite, que suporta até 56 kbit/s de transmissão digital. VSATs que lidam com a taxa de dados T1 (até 1.544 Mbit/s) são chamados de "TSATs. E partes de outras estações terminais, receptores de satélite de diferentes tipos e funções (internet, Direct TV, GPS, etc.), a fim de criar o indústria espacial.

Pesquisas[editar | editar código-fonte]

Entre os objetivos da organização estão:

  • Implementação da política de Estado no campo da Terra a partir do espaço de pesquisa e exploração do espaço;
  • Desenvolvimento e implementação de programas nacionais aeroespaciais;
  • Coordenação das atividades realizadas no âmbito de projectos espaciais internacionais e participar nas mesma;
  • Uso das conquistas da tecnologia espacial para as necessidades de segurança e para a economia do Azerbaijão.

O vencedor do concurso para o lançamento do primeiro satélite nacional foi a empresa americana Orbital Sciences Corporation. O lançamento do primeiro satélite artificial do Azerbaijão, a partir do Azerspace-1, teve lugar no dia 7 de fevereiro de 2013.[7]

Referências

  1. «Azerbaijan National Aerospace Agency (ANASA)». www.science.az. Consultado em 8 de novembro de 2016. Arquivado do original em 15 de maio de 2010 
  2. «Azərbaycan Milli Aero Kosmik Agentliyi GPS/QLONASS qəbuledicilərinin telematik modullarının istehsal edəcək». www.milaz.info. Consultado em 8 de novembro de 2016. Arquivado do original em 8 de outubro de 2011  (azerbaijani)
  3. «Azərbaycan Milli Aero Kosmik Agentliyi GPS/QLONASS qəbuledicilərinin telematik modullarının istehsal edəcək». www.milaz.info. Consultado em 8 de novembro de 2016. Arquivado do original em 8 de outubro de 2011 
  4. «Baku developing satellite to kick off national space program». www.hurriyetdailynews.com 
  5. «Müəssisə haqqında». www.mdi.gov.az (em azerbaijano). Consultado em 12 de agosto de 2014 
  6. .«Azerbaijan to set up a new agency under the state program for development of space industry.». www.thefreelibrary.com 
  7. «Американцы запустят первый искусственный спутник Азербайджана — Азербайджан, космос, спутник — Росбалт-Кавказ». www.rosbalt.ru. Consultado em 8 de novembro de 2016. Arquivado do original em 8 de setembro de 2012