Agostinho da Rocha e Castro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agostinho da Rocha e Castro (Vila Real, 4 de Maio de 1837 - Porto, 7 de Maio de 1888) foi um político português.

Família[editar | editar código-fonte]

Filho de Manuel José da Rocha Guimarães, de Fafe, Serafão, e de sua mulher Isabel Inês de Carvalho Pereira de Castro, do Porto.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, Deputado da Nação, Administrador dos Correios, Governador Civil do Distrito do Porto, Secretário-Geral do Governador Civil do Distrito de Vila Real e Advogado.[1]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Casou em Vila Real, São Pedro, a 20 de Dezembro de 1862 com Margarida Claro da Fonseca (6 de Fevereiro de 1840 - ?), filha de Francisco José Claro da Fonseca, de Vila Real, São Pedro, e de sua mulher Catarina do Rosário da Fonseca, de Lamego, com geração.[2]

Referências

  1. "Costados", D. Gonçalo de Mesquita da Silveira de Vasconcelos e Sousa, Livraria Esquina, 1.ª Edição, Porto, 1997, N.º 77 e N.º 100
  2. "Costados", D. Gonçalo de Mesquita da Silveira de Vasconcelos e Sousa, Livraria Esquina, 1.ª Edição, Porto, 1997, N.º 77 e N.º 100
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.