Agostino Cornacchini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Monumento equestre de Carlo Magno, Agostino Cornacchini (1725), na Basílica de São Pedro, Vaticano, Itália

Agostino Cornacchini (Pescia, 27 de agosto de 1686Roma, 1754) foi um escultor e pintor italiano, em atividade sobretudo em Roma.

Obras[editar | editar código-fonte]

Em 1697, mudou-se para Florença, onde foi aluno de Giovanni Battista Foggini. Em 1712, transferiu-se para Roma, onde realizou para a Basílica de São Pedro, Vaticano, a estátua equestre de Carlos Magno (1720-1725)[1]. Outras obras são encontradas nas catedais de Orvieto, Ancona, Pistoia e na Basílica de Superga em Torino.

O busto de mámore do cardeal Luigi Omodei, conservada na nave principal da Basílica de São Ambrósio e Carlos al Corso, também é um de seus trabalhos[2].

Foi encarregado pelo cardeal húngaro Michele Federico Althann a desenvolver a escultura de São João Nepomuceno, atualmente sobre Ponte Milvio, em Roma[3].

Em sua cidade natal, a ele é atribuída a escadaria da Igreja de Santo Estéfano e São Nicolau[4].

Referências

  1. Bottari, Giovanni Gaetano; Ticozzi, Stefano Ticozzi. Raccolta di lettere sulla pittura, scultura ed architettura. p.182
  2. Vini Lazio. Rome - le chiese Arquivado em 30 de setembro de 2008, no Wayback Machine.. Acesso em 19 de maio de 2010
  3. Roma SPQR. Ponte Milvio. Acesso em 19 de maio de 2010
  4. Circoli di Studio in Valdinievole. Chiesa dei Santi Stefano e Niccolao Arquivado em 29 de junho de 2009, no Wayback Machine.. Acesso em 19 de maio de 2010

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Jane Turner (org.), The Dictionary of Art. 7, pp. 860-861. New York: Grove, 1996. ISBN 1-884446-00-0
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Agostino Cornacchini