Ahmad al-Ghashmi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ahmad bin Hussein al-Ghashmi (1938 - 24 de junho de 1978)[1] (em árabe: أحمد حسين الغشمي) foi o Presidente da República Árabe do Iêmen de 11 de outubro de 1977 até sua morte, ocorrida oito meses depois. Al-Ghashmi assumiu o poder quando seu antecessor, Ibrahim al-Hamdi, foi assassinado. O próprio Ghashmi seria assassinado posteriormente; seu assassinato ocorreu quando estava em uma reunião com um emissário enviado pelo Presidente da República Democrática Popular do Iêmen, Salim Rubai Ali, e uma maleta, supostamente contendo uma mensagem secreta, explodiu, matando al-Ghashmi e o emissário.[2] [3] É desconhecido o responsável pela detonação do artefato explosivo. Coincidentemente, Rubai morreu em um golpe de Estado, três dias após o evento.

Referências

  1. Rulers.org
  2. Dr. Abdul Hamid al-Bakri. «A History Of Yemeni Presidents». National Yemen 
  3. HUSSEIN SHOBOKSHI (3 de outubro de 2011). «Yemen: Kill and reconciliation will occur». Al Arabiya News 
Precedido por
Ibrahim al-Hamdi
Presidente do Iêmen do Norte
1977–1978
Sucedido por
Abdul Karim Abdullah al-Arashi