Ajapi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ajapi
  Distrito do Brasil  
Fazenda Grão Mogol.jpg
Localização
Estado  São Paulo
Município Rio Claro
História
Criado em 24 de dezembro de 1948 (73 anos)
Características geográficas
Área total 65,729 km²
População total (2010) 3 059 hab.

Ajapi é um distrito do município brasileiro de Rio Claro, que integra a Região Metropolitana de Piracicaba, no interior do estado de São Paulo[1][2].

História[editar | editar código-fonte]

Origem[editar | editar código-fonte]

O povoado que deu origem ao distrito se desenvolveu ao redor da estação ferroviária Morro Grande da antiga Companhia Rio-Clarense, aberta ao tráfego em 15/10/1884 em território do município de Rio Claro[3].

Formação administrativa[editar | editar código-fonte]

  • Em 06/11/1928 foi criado o distrito policial de Morro Grande no município de Rio Claro[4].
  • Pelo Decreto n° 9.775 de 30/11/1938 o distrito policial de Morro Grande passou a integrar o território do distrito de Corumbataí[5].
  • Pela Lei n° 233 de 24/12/1948 é criado o distrito de Ajapi com sede no povoado de Morro Grande e com terras desmembradas do distrito de Corumbataí, incluindo em seu território o povoado de Ferraz, situação que permanece até os dias atuais[6][7].

Geografia[editar | editar código-fonte]

Planta da área urbana.

O distrito é formado pela vila de Ajapi (sede) e pelo povoado de Ferraz.

População[editar | editar código-fonte]

Crescimento população urbana
Censo Pop.
1950195
1960175−10,3%
197029468,0%
1980716143,5%
19911 11455,6%
19961 24211,5%
20001 49820,6%
20101 81120,9%
Fonte: IBGE e Fundação SEADE

Pelo Censo 2010 (IBGE) a população total do distrito era de 3 059 habitantes, e a população urbana era de 1 811 habitantes[8].

Área territorial[editar | editar código-fonte]

A área territorial do distrito é de 65,729 km²[9].

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Inauguração do Centro Rural (1971).

Registro civil[editar | editar código-fonte]

Atualmente é feito no próprio distrito, pois o Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais do distrito ainda continua ativo[10][11].

Centro rural[editar | editar código-fonte]

O governo Abreu Sodré iniciou a construção a partir de 1967 de vários centros rurais no interior do estado, com o objetivo de assegurar assistência técnica, agropecuária, médica dentária, educacional, e recreativa aos lavradores e trabalhadores do campo, com o claro proposito de manter o homem no campo e reduzir o êxodo rural.

O Centro Rural de Ajapi, inaugurado em 1971, é tradição dos moradores do distrito, onde eram feitas formaturas dos alunos e eventos da comunidade. Tem dois campos de futebol e campo de bocha[12].

Educação[editar | editar código-fonte]

  • Escola Municipal “Laura Penna Joly”

Saneamento[editar | editar código-fonte]

O serviço de abastecimento de água é feito pelo Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE)[13].

Energia[editar | editar código-fonte]

A responsável pelo abastecimento de energia elétrica é a Neoenergia Elektro, antiga CESP[14][15].

Telecomunicações[editar | editar código-fonte]

O distrito era atendido pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que inaugurou a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi vendida para a Telefônica, que em 2012 adotou a marca Vivo para suas operações[16].

Cultura[editar | editar código-fonte]

Patrimônios históricos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  2. «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico 
  3. «Ajapi -- Estações Ferroviárias do Estado de São Paulo». www.estacoesferroviarias.com.br. Consultado em 7 de fevereiro de 2021 
  4. «Divisão judiciária e administrativa do Estado de São Paulo em 1937 - publicação: 1938». bibliotecadigital.seade.gov.br. Consultado em 7 de fevereiro de 2021 
  5. «Decreto n° 9.775, de 30/11/1938». www.al.sp.gov.br. Consultado em 10 de dezembro de 2020 
  6. «Comissão de Estatística - Relação Geral de Processos - 1948» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  7. «Lei n° 233, de 24/12/1948». www.al.sp.gov.br. Consultado em 10 de dezembro de 2020 
  8. «IBGE | Censo 2010 | Sinopse por Setores». censo2010.ibge.gov.br. Consultado em 3 de abril de 2021 
  9. «Organização do território | IBGE». www.ibge.gov.br. Consultado em 3 de abril de 2021 
  10. «Portal do Extrajudicial - Endereços das Unidades». extrajudicial.tjsp.jus.br. Consultado em 13 de dezembro de 2020 
  11. «Endereços Cartórios». ANOREG/SP. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  12. Calore, Lucas (25 de agosto de 2020). «Câmara quer solução para área de Ajapi alvo de Doria». Jornal Cidade RC. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  13. «Municípios e Saneamento». IAS - Instituto Água e Saneamento. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  14. «Elektro - Cidades Atendidas». www.neoenergiaelektro.com.br. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  15. «Arsesp - Mapa de Concessionárias». www.arsesp.sp.gov.br. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  16. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  17. «Sede da Fazenda Grão Mogol – Condephaat». Consultado em 15 de fevereiro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Ajapi
Ícone de esboço Este artigo sobre um distrito ou povoado é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.