Ajax Porto Pinheiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ajax Porto PinheiroCombatente Militar
Nome completo Ajax Porto Pinheiro
Nascimento 26 de abril de 1956 (64 anos)
Pará Bragança, Pará
Serviço militar
Serviço Coat of arms of the Brazilian Army.svg Exército
País  Brasil
Patente Insígnia de General de Divisão.gif
General de divisão
Comando
Condecorações

Ajax Porto Pinheiro (Castanhal, 26 de abril de 1956) é General de Divisão da reserva do Exército Brasileiro, que atuou como o último Force Commander da Missão de Estabilização de Paz das Nações Unidas no Haiti - MINUSTAH.

Carreira militar[editar | editar código-fonte]

Ingressou nas fileiras do Exército 4 de março de 1974, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército e foi declarado Aspirante a Oficial de Infantaria em 15 de dezembro de 1980, pela Academia Militar das Agulhas Negras.

Foi promovido a General de Brigada em 31 de março de 2010, sendo designado Comandante da 15.ª Brigada de Infantaria Mecanizada, onde ficou até 2012. Depois, comandou a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais. Promovido a General de Divisão em 31 de março de 2014, foi diretor de Educação Superior Militar e vice-chefe do Departamento-Geral do Pessoal do Exército Brasileiro.

Nomeação[editar | editar código-fonte]

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, anunciou o general brasileiro Ajax Porto Pinheiro como comandante das tropas da Missão de Estabilização da ONU no Haiti (MINUSTAH).[1]

Na ONU, o general Ajax comandou o batalhão militar do contingente brasileiro da MINUSTAH e serviu como observador militar da Missão de Observação das Nações Unidas em El Salvador em 1992 e no Grupo de Observação das Nações Unidas na América Central em 1991.

O general Ajax também possui mestrado em administração de empresas da Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro. Ele nasceu em 1956 e tem três filhos.[2]

A MINUSTAH terminou em 15 de outubro de 2017, conforme entrevista concedida pelo General Ajax à Folha de S.Paulo.[3]

Vida na reserva[editar | editar código-fonte]

O general Ajax foi convidado para o cargo de Assessor Especial do Presidente do Supremo Tribunal Federal, cargo este que é responsável pelo assessoramento do Presidente do Judiciário em assuntos relacionados à segurança pública, dentre outros.[4]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.