Ajuricaba (indígena)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde janeiro de 2013)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.

Ajuricaba era um líder da nação indígena dos Manaos no início do século XVIII. Os manaós tinham se aliado com os neerlandeses da Guiana. Ajuricaba, em um ato considerado como um ostensivo desafio à soberania portuguesa na região, até carregava hasteada em sua canoa uma bandeira holandesa.

Bem armados, os manaós enfrentavam os portugueses, atacando as missões do Rio Negro, resistindo e impedindo a ação das "tropas de resgate" (tropas portuguesas em busca de escravos indígenas) dentro de sua área de influência. Os portugueses temiam outros povos indígenas da região seguindo o exemplo dos Manaós, assim abrindo o caminho para uma invasão neerlandesa no vale do Rio Negro. Após negociações de paz, que não duraram, os portugueses começaram uma "guerra justa" contra os Manaós em 1727. Ajuricaba foi preso e enviado a Belém. Durante a viagem, preso em ferros como estava, Ajuricaba atirou-se à água, preferindo suicidar-se do que ser executado pelo Brasil colônia.

O suicídio de Ajuricaba foi considerado heróico tanto por seu próprio povo quanto pelos portugueses.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Guerra dos Manaus

Manaos (seu herói Ajuricaba e extinção da tribo)

Filme : Ajuricaba, o Rebelde da Amazônia

Revolta de Mandu Ladino

Nheçu

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Nádia Farage 1991: As Muralhas dos Sertões. Os povos indígenas no rio Branco e a colonização. Rio de Janeiro, Paz e Terra; ANPOCS, pp. 62-63.
  • David Graham Sweet 1974: A Rich Realm of Nature Destroyed: The Middle Amazon Valley, 1640-1750. PhD thesis, University of Wisconsin, pp. 538-546.
  • Décio de Alencar Guzmán 1997. Historias de brancos: memória, historiografia dos índios Manao do rio Negro (séculos XVIII-XX). Dissertação (mestrado), Universidade Estadual de Campinas . Instituto de Filosofia e Ciências Humanas,1997. Link: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000129151
Ícone de esboço Este artigo sobre História do Brasil é um esboço relacionado ao Projeto História do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.