Akira (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Akira
Akira (PT/BR)
 Japão
1988 •  cor •  124 min 
Direção Katsuhiro Ôtomo
Produção Haruyo Kanesaku
Roteiro Katshuhiro Otomo
Izō Hashimoto
Género ficção científica
animação
Música Shoji Yamashiro
Efeitos especiais Takashi Maekawa
Noriko Takaya
Companhia(s) produtora(s) Akira Committee Company Ltd.
Distribuição Europa Carat e Penthouse VHS/1991 com a Editora Globo e Rede Bandeirantes
Lançamento Brasil 16 de Julho de 1988
Portugal 17 de Julho de 1988
Idioma Japonês
Orçamento US$ 11 milhões
Receita US$ 553.171.000
Página no IMDb (em inglês)

Akira é um filme japonês de 1988, do gênero ficção científica anime, com roteiro de Izô Hashimoto e dirigido por Katsuhiro Ôtomo baseado em um mangá de sua autoria com mesmo nome, Akira. Foi a primeira animação japonesa a ser exibida em cinemas brasileiros como um filme mainstream. Foi lançado no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos. No Brasil, a revista Akira, foi publicada pela Editora Globo em 1991 e o lançamento nas locadoras pela distribuição mundial na Europa Home Vídeo e Penthouse e Carat Vídeo Produções Ltda. Também foi exibido várias vezes no Brasil em TV aberta durante os anos 90, pela Rede Bandeirantes.

É um filme considerado revolucionário, tendo um aprimoramento técnico muito superior ao que era realizado em animações normalmente na época, como alta taxa de quadros por segundo, ilustrações de fundo foto-realistas, pré-dublagem, efeitos de iluminação, movimento de olhos entre outros. Sendo equiparável a filmes lançados décadas depois. Também é considerado uma das maiores influências para o cinema de ficção cientifica que surgiu posteriormente.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Kaneda lidera uma gangue de motoqueiros, no ano de 2019, em Tóquio, chamada de Neo-Tokyo que foi construída depois da original ter sido destruída na terceira guerra mundial. Ao se defrontar com outra gangue que invadiu o seu território, um dos membros da gangue, Tetsuo, desgarra-se e é sequestrado pelas forças do governo. Tetsuo passa por experiências que objetivam a desenvolver poderes paranormais nele. Como resultado acaba enlouquecendo mas, com os poderes que o igualam ao lendário Akira, reavivando o medo de uma nova destruição.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

"Akira: Original Soundtrack" foi gravado por Geinō Yamashirogumi (芸能山城組).

Primeiro OST
  • "Kaneda" – 3:10
  • "Battle Against Clown" – 3:36
  • "Winds Over Neo-Tokyo" – 2:48
  • "Tetsuo" – 10:18
  • "Doll's Polyphony" – 2:55
  • "Shohmyoh" – 10:10
  • "Mutation" – 4:50
  • "Exodus From the Underground Fortress" – 3:18
  • "Illusion" – 13:56
  • "Requiem" – 14:25
Segundo OST
  • "Kaneda" – 9:57
  • "Tetsuo 1" – 12:37
  • "Tetsuo 2" – 12:33
  • "Akira" – 7:56

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Akira (filme)