AkzoNobel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Akzo Nobel)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético (desde outubro de 2019).
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{ER|6|2=~~~~}}, regra nº 6 da eliminação rápida.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde outubro de 2019).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
AkzoNobel
Razão social Akzo Nobel N.V.
Empresa de capital aberto
Atividade Química
Fundação 1994
Sede Amsterdã,  Países Baixos
Área(s) servida(s) Mundo
Presidente Thierry Vanlancker
Pessoas-chave Nils Smedegaard Andersen (Presidente do conselho fiscal)
Empregados 35 700 (fim de 2017)[1]
Produtos Produtos químicos básicos e industriais, tintas decorativas, produtos de (re)acabamento industriais, revestimentos
Lucro 832 milhões (2017)[1]
Faturamento €9.61 billhões (2017)[1]
Website oficial www.akzonobel.com

Akzo Nobel N.V. (Euronext: AKZA, OTCQX: AKZO) é a empresa holandesa, líder na fabricação de tintas e revestimentos e uma das principais fabricantes de especialidades químicas.

A Akzo Nobel tem uma longa história, e seu crescimento e sucesso podem ser creditados às bem administradas fusões com diversas companhias, cujo segredo sempre foi incorporar a cultura específica e os méritos tecnológicos de cada uma delas.

As mais antigas são a Det Holmbladske Selskab, hoje Sadolin, fundada na Dinamarca em 1777, a Sikkens holandesa e a Bemberg alemã, ambas de 1792. E na Suécia, Alfred Nobel (1833-1896), o famoso cientista que inventou a dinamite e instituiu o Prêmio Nobel, deu início a diversas empresas de sucesso, algumas delas ainda fazendo parte da Companhia.

AKZO

1929 - A Vereinigte Glanzstoff Fabriken e a Enka se unem para formar a Algemene Kunstzijke Unie (AKU).

1967 - A Associação da Koninklijke Zout-Ketjen com a Koninklijke Zwanenberg Organon deu origem à Koninklijke Zout Organon.

1968 - Com a fusão da Koninklijke Zout Organon com a AKU, surge a Akzo.

NOBEL[editar | editar código-fonte]

1984 - A Nobel Industries foi fundada depois da fusão da KemaNobel (1871) com a Bofors (1646). Depois dessa associação, outras empresas bem conhecidas como Berol, Crown Berger, Eka e Sadolin & Holmblad foram adquiridas.

1991 - Houve uma grande reestruturação financeira, e a estatal Securum tornou-se a principal acionista da Companhia.

AKZO NOBEL[editar | editar código-fonte]

1994 - Akzo Nobel é formada através da aquisição das ações da Nobel pertencentes à Securum, e de uma bem sucedida oferta pelas ações remanescentes.

1998 - Akzo Nobel adquire a Courtaulds, multinacional do ramo químico, líder no mercado de revestimentos industriais de alta tecnologia e fibras sintéticas. Fundada em 1816 como uma companhia de tecelagem de seda, a Courtaulds foi a pioneira na indústria mundial de fibras sintéticas, no início do século XX. Suas marcas mais conhecidas são as tintas International, as fibras acrílicas Courtelle e a fibra de celulose Tencel.

1999 - Akzo Nobel vende o Grupo Fibras, agora conhecido como Acordis para a CVC Capital Partners e, em novembro, adquire a HRVet, a divisão de produtos veterinários da Hoechst AG. Com essa transação, a Intervet tornou-se uma das líderes internacionais no mercado farmacêutico veterinário.

A Evolução do Logotipo da Akzo Nobel[editar | editar código-fonte]

A empresa Akzo, se formou em 1969, com a fusão de duas grandes empresas Holandesas, a AKU (Algemene Kunstzjide Unie) e a KZO (Koninklijke Zout Organon). Cada uma carregou consigo sua cultura, organização e identidade e naquele tempo, a AKZO permaneceu virtualmente desconhecida, especialmente fora da Holanda.

Em 1988 a Akzo passou por uma total reformulação em termos de imagem. Contratou uma empresa de consultoria para definir sua cultura, divulgá-la e também para desenvolver uma nova identidade visual, incluindo o desenho novo de seu logotipo.

Uma escultura Grega datada de 450 aC. foi o que inspirou o atual logotipo da Akzo Nobel. Esta escultura é a figura de um homem de braços estendidos e há doze anos foi escolhida para simbolizar a nova filosofia da empresa. A peça original que está exposta no museu Ashmolean em Oxford, Inglaterra, retrata três diferentes símbolos de medição usados na antiga Grécia: a braça, o cúbito e o pé Ateniense. Foi nesta peça, de atributos científicos e artísticos, que a Akzo visualizou os valores que desejava expressar: aqueles de trabalho e realizações. Após 12 anos esses valores continuam em evidência e a imagem de braços estendidos é visto como um símbolo de confiança no futuro abraçando e unificando culturas e mercados diversos.

Ela é a melhor marca escolhida pelo publico desde 1994 em pesquisa realizada por um jornal da época.

Referências

  1. a b c «AkzoNobel Report 2017». AkzoNobel. Consultado em 17 de março de 2018. Cópia arquivada em 17 de março de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]