Alaziz Otomão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Al-Aziz Uthman)
Ir para: navegação, pesquisa
Alaziz Otomão
Sultão do Egito
Reinado 11931198
Antecessor(a) Saladino
Sucessor(a) Almançor
Dinastia Aiúbida
Nascimento 1171
Morte 29 de novembro de 1198 (27 anos)
  Cairo
Enterro Cairo
Filho(s) Almançor
Pai Saladino

Malique Alaziz Imade Adim Otomão (em árabe: أبو الفتح عماد الدين "الملك العزيز" عثمان بن صلاح الدين يوسف; transl.: Al-Malik al-`Aziz `Imâd ad-Dîn `Uthmân) foi o segundo sultão do Egito da dinastia aiúbida e filho de Saladino[1]. Ele sucedeu ao pai e reinou entre 1193 e 1198[2].

História[editar | editar código-fonte]

Antes de sua morte, Saladino dividiu seus domínios entre seus parentes: Alafdal recebeu a Palestina e a Síria; Alaziz recebeu o Egito; Azair recebeu Alepo; Al-Adil recebeu Karak e Shoubak; Turan-Shah manteve o Iêmem. Porém, logo os conflitos começaram e al-Adil se tornaria o único governante da Síria, da Alta Mesopotâmia, do Egito e da Árabia[3].

Apesar de Alaziz tendo especificamente herdado a suserania sobre todo o império dos aiúbidas, logo ele teve que enfrentar a revolta dos emires zengidas de Moçul e Sanjar assim como dos artúquidas do sul do Iraque. Quando al-Afdal expulsou todos os ministros da época de seu pai, eles vieram para o Egito e pediram a Alaziz que reconquistasse a Síria. O sultão cercou Damasco e al-Afdal pediu ajuda ao irmão de Saladino, al-Adil, que se encontrou com Alaziz e o convenceu a se reconciliar. No ano seguinte, Alaziz atacou novamente a Síria, mas al-Afdal conseguiu que alguns dos emires do adversário desertassem. Posteriormente, al-Adil se aliou com Alaziz contra al-Afdal, que havia cercado e capturado Damasco em 3 de julho de 1196. Alafdal foi exilado em Salkhad enquanto que Alaziz foi proclamado governante supremo de todos os territórios aiúbidas. Porém, o poder efetivo estava nas mãos de al-Adil, que se instalou em Damasco.

Durante o seu reinado, ele tentou demolir as Grandes Pirâmides do Egito, mas teve que desistir dado o tamanho da empreitada. Porém, ele conseguiu danificar a Pirâmide de Miquerinos[4].

Alaziz morreu num acidente de caça no final de 1198. Ele foi enterrado no túmulo de seu irmão mais velho Almuazam[5].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Alaziz Otomão
Nascimento: 1171 Morte: 1198
Precedido por:
Saladino
Sultões do Egito
1193-1198
Sucedido por:
Almançor Maomé

Referências

  1. Lyons, M. C.; Jackson, D.E.P. (1982). Saladin: the Politics of the Holy War. Cambridge University Press. ISBN 978-0-521-31739-9.
  2. Brabin, Steve. "Guardian's Ancient Egypt Discussion Board: Al-Aziz Othman and the Missing Stones." Guardian'S Ancient Egypt Discussion Board. Web. 29 June 2010. <http://egyptologist.org/discus/messages/8/4300.html>.
  3. Ali, Abdul. Islamic Dynasties of the Arab East: State and Civilization during the Later Medieval times. New Delhi: M D Publications Pvt, 1996. Print.
  4. Way, The. "Why Western Art Is Unique, and Why Muslim Immigration Threatens It | The Brussels Journal." The Brussels Journal | The Voice of Conservatism in Europe. Web. 29 June 2010. <http://www.brusselsjournal.com/node/2128>.
  5. Humphreys, R. Stephen. From Saladin to the Mongols: the Ayyubids of Damascus, 1193-1260. Albany: State University of New York, 1977. Print.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alaziz Otomão