Al-Qatt Al-Asiri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Al-Qatt Al-Asiri, decoração interior tradicional feminina em Asir, Arábia Saudita
País(es) Arábia Saudita
Domínios Técnicas artesanais tradicionais
Conhecimentos e usos relacionados com a natureza e o universo
Referência 01261
Região Ásia e Pacífico
Inscrição 2009 (4.ª sessão)
Lista Representativa
Unesco Cultural Heritage logo.svg UNESCO-ICH-blue.svg

Al-Qatt Al-Asiri (também chamado de pintura nagash ou pintura majlis), é um estilo de decoração da arte árabe. Origina-se na decoração dos majlis (salas da frente de casas árabes tradicionais) na província de Asir na Arábia Saudita e em áreas adjacentes no Iémen. Estas pinturas murais, tipicamente em forma de murais ou afrescos, apresentam desenhos geométricos em cores brilhantes. Chamadas Nagash, em árabe, pinturas de parede são muitas vezes consideradas uma marca de orgulho para uma mulher,[1] constituindo um elemento essencial da identidade cultural da região.

Este estilo artístico foi inscrito na lista do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da Unesco em 2017 com o nome Al-Qatt Al-Asiri.[2]

Os desenhos geométricos e as linhas pesadas parecem ser adaptados dos padrões têxteis e de tecido da área cultural em que surgiram.[1]

Referências

  1. a b «Saudi Aramco World : Doors of the Kingdom». archive.aramcoworld.com. Consultado em 13 de dezembro de 2018 
  2. «UNESCO - Al-Qatt Al-Asiri, female traditional interior wall decoration in Asir, Saudi Arabia». ich.unesco.org (em inglês). Consultado em 13 de dezembro de 2018