Ala dos Namorados

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ala dos Namorados
Informação geral
País  Portugal
Gênero(s) Pop
Período em atividade 1992 - presente
Gravadora(s) EMI, Universal Music Portugal, Farol
Integrantes Manuel Paulo
Nuno Guerreiro
Zé Nabo
Mário Delgado
Alexandre Frazão
Rúben Santos
Ex-integrantes João Monge
João Gil
José Moz Carrapa
Página oficial Facebook

Ala dos Namorados é um grupo musical português criado em 1992 por João Gil, Manuel Paulo, e João Monge, aos quais se juntou depois José Moz Carrapa. O grupo descobriu Nuno Guerreiro, num espectáculo de Carlos Paredes, tendo-o convidado para integrar o elenco.[1]

O seu nome advém da famosa Batalha de Aljubarrota, na qual os portugueses venceram os castelhanos, em que uma das alas a favor do Reino de Portugal tinha essa designação por ser formada por combatentes ainda jovens[2].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ala dos Namorados é criada em 1992, a partir de canções de João Gil, João Monge e Manuel Paulo. A Ala conseguiu bastante êxito nos anos 90, tendo actuado diversas vezes em festivais fora de Portugal.[1]

Depois do lançamento do álbum Alma, Moz Carrapa deixa a banda, ficando só João Gil, Manuel Paulo e Nuno Guerreiro.

Em 1998 é apresentado o álbum Solta-se o Beijo, que chegou a disco de platina.[1] Cristal é lançado em 2000. Este álbum foi disco de ouro.

Durante algum tempo os membros da banda dedicam-se a outros projectos. Em 2004 é lançado um DVD e um CD, Ala dos Namorados Ao Vivo No São Luíz.

Dá-se a saída de João Gil para formar a Filarmónica Gil. Em 2007 tendo como guitarrista Mário Delgado e com canções de João Monge e Manuel Paulo, também responsável pela produção, o grupo edita Mentiroso Normal. Em Dezembro de 2008, o grupo cessa actividade, no final de 15 anos de carreira.[1]

No início de 2012, a propósito de um concerto à volta do trabalho do João Monge, voltaram a reunir-se, e surgiu a vontade de voltarem a tocar as canções do grupo.

Assinalaram os 20 anos do grupo, em Setembro de 2012, com um concerto no B. LEZA que teve a participação de Alexandre Frazão, Mário Delgado, Zé Nabo e Ruben Santos e ainda convidados especias como João Gil e José Moz Carrapa.[3]

Em 2013 foi lançado o CD Razão de Ser com a regravação de vários dos seus temas mais conhecidos e que contou com a participação de alguns músicos conhecidos, como António Zambujo e Jorge Palma.[4]

Em Dezembro de 2014 editam novo CD de originais, "Felicidade", distribuido pela Farol. Conta novamente com as letras de João Monge a que se junta uma de [[Carlos Tê]9 e três de José Fialho Gouveia.[5]

O cancioneiro da pop portuguesa de meados do século XX foi a base para a gravação do disco “Vintage” que será lançado em breve[6]. "Olhos Castanhos", “Noites da Madeira", "Ele e Ela", "Animais de Estimação", “Cartas de Amor” ou o “Fadinho da Tia Maria Benta”, são alguns dos temas que fazem parte do imaginário colectivo dos portugueses e que a Ala dos Namorados se propôs trazer para o seu universo musical. O disco inclui quatro temas originais dentro da mesma harmonia "vintage" que será parte integrante dos concertos.

O grupo é composto atualmente apenas por Manuel Paulo e Nuno Guerreiro a que se juntam outros músicos convidados.

Discografia[1][editar | editar código-fonte]

Álbuns de Estúdio[editar | editar código-fonte]

Álbuns ao Vivo[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

  • 2000 - "Solta-se o Beijo" (EMI)

Compilações[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of Portugal.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.