Aladim e a Lâmpada Maravilhosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Aladim e a Lâmpada Maravilhosa
Aladim e a Lâmpada Maravilhosa.jpg
 Brasil
1973 •  cor •  90 min 
Direção J. B. Tanko
Roteiro Gilvan Pereira
Elenco Renato Aragão
Dedé Santana
Monique Lafond
Navarro Puppin
Jorge Cherques
Adalberto Silva
Género comédia
Idioma português
Cronologia
Ali Babá e os 40 Ladrões (1972)
Robin Hood, o Trapalhão da Floresta (1973)
Página no IMDb (em inglês)

Aladim e a Lâmpada Maravilhosa é um filme brasileiro de 1973, dirigido por J. B. Tanko e estrelado pelos Trapalhões Renato Aragão e Dedé Santana.

Produções[editar | editar código-fonte]

Aladim e a Lâmpada Maravilhosa foi produzido antes da formação do quarteto dos Trapalhões.

O filme foi rodado no município de Miguel Pereira, no Rio de Janeiro. As cenas de Fred jogando futebol foram gravadas com o Miguel Pereira Atlético Club.

De acordo com os letreiros iniciais, o filme foi dedicado à memória do diretor Aurélio Teixeira.

O filme foi distribuído por Distrifilmes e Ipanema Filmes teve roteiro de Gilvan Pereira, baseado em argumento de Victor Lima.

A produção foi de Embrafilme e Jarbas Barbosa Produções Cinematográficas e Produções Cinematográficas R.F. Farias Ltda. A trilha sonora foi de Erlon Chaves e a edição foi de Waldemar Noya.

Este filme foi assistido por aproximadamente 2.567.943 espectadores.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Aladim (Renato Aragão) é um sujeito boa-praça e atrapalhado que em sociedade com o amigo Dracolim (Dedé Santana) vende um falso "elixir milagroso" com ajuda de Marina (Monique Lafond), irmã de Dracolin por quem Aladim é apaixonado. Ambos os três são sempre ameaçados pelo Comissário (Jorge Cherques). Bandidos liderados pelo louco arábico Jamal (Luthero Luis) e pelo cientista Magintox chegam disfarçados a casa de Aladim e tentam roubar o seu anel herdado do falecido pai, pois tem poderes para fazer funcionar uma lâmpada mágica há anos perdida. Aladim sem saber dos tais poderes do anel, acaba encontrando a lâmpada, de onde sai o Gênio da Lâmpada Mágica (Adalberto Silva) e satisfaz todos os seus desejos. Porém as lâmpadas acabam trocadas, pois Jamal disfarçado consegue enganar o garoto Joãozinho (Júlio Cézar Cruz), irmão mais novo de Aladim. Os bandidos também sequestram Marina e Fred, o irmão cego de Aladim. Aladim e Dracolim são submetidos a três difíceis e resistentes provas de coragem, saindo vitoriosos de todas elas. Depois de muita confusão, os bandidos são derrotados e agora Aladim só tem mais um pedido a fazer: a cura de seu irmão Fred. Como o gênio não poderia realizar tal pedido, Aladim então pede dinheiro, para que assim seja feita a cara cirurgia no exterior. Curado da cegueira, Fred se casa com Marina. Após a libertação do gênio, Aladim encontra uma outra lâmpada, desta vez com uma bela gênia e esta lhe concede...o grande prêmio da loteria.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia tem o


Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.