Albert Châtelet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Albert Châtelet
Nascimento 24 de outubro de 1883
Valhuon
Morte 30 de junho de 1960 (76 anos)
Paris
Nacionalidade Francês
Orientador(es) Jules Tannery[1]
Campo(s) Matemática, política

Albert Châtelet (Valhuon, 24 de outubro de 1883Paris, 30 de junho de 1960) foi um matemático e político francês.

Vida[editar | editar código-fonte]

Châtelet estudou matemática de 1905 a 1908 na École normale supérieure e foi depois de seu exame (Agrégation) professor ginasial em Tours. Obteve um doutorado em 1911, com a tese Sur certains ensembles de tableaux et leur application à la théorie des nombres. Foi depois docente de matemática na École Centrale de Lille (Institut industriel du Nord) e ao mesmo tempo deste 1919 Maître de Conférences de mecânica na Université Lille Nord de France, onde foi a partir de 1920 professor de matemática e finalmente de mecânica teórica (Mécanique Rationnelle).

De 1949 a 1954 sucedeu Jean Cabannes como diretor da Faculté de Science em Paris.

De 1955 a 1960 foi presidente da sociedade Union Rationaliste, que teve anteriormente como seus presidentes Paul Langevin e Frédéric Joliot-Curie. Em 1958 foi candidato a presidente da França contra Charles de Gaulle, recebendo 8,4 por cento dos votos.

Como matemático tornou conhecido na França os trabalhos da escola alemã dos teóricos dos números (por exemplo Helmut Hasse). Dentre seus doutorandos consta André Néron.

Foi editor do volume 5 das obras de Henri Poincaré. Foi palestrante do Congresso Internacional de Matemáticos em Estrasburgo (1920).

Seu filho François Châtelet foi também um matemático, que também trabalhou com teoria dos números.

Referências