Alberto Maia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alberto Maia
  Bairro do Brasil  
Vista da localização do loteamento Santa Terezinha em Alberto Maia
Vista da localização do loteamento Santa Terezinha em Alberto Maia
Localização
Unidade federativa  Pernambuco
Município Camaragibe
Características geográficas
População total 3,589 hab.
Outras informações
Limites Santa Mônica (norte), João Paulo II (oeste), Santa Maria (parte do bairro), Santa Terezinha (sul), Bairro Novo (leste), Santana (sul) e o município de São Lourenço da Mata (sul)
Fonte: Não disponível

Alberto Maia é um bairro do município de Camaragibe, no estado de Pernambuco, [1] limitando-se entre os loteamentos de Santa Maria, Santa Terezinha, Santana e João Paulo II e o município de São Lourenço da Mata ao sul.[2][3]O bairro é o mais populoso com cerca de 3.589 mil habitantes está apenas atrás do centro Bairro Novo com população de 21.951 mil habitantes.[4]

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros habitantes chegaram à região em 1970, foram contratados pelo proprietário na época. Na década de 1980, o bairro só tinha duas saídas, quer pela estrada estreita para o bairro de João Paulo II, ou pela linha ferroviária que corta o bairro, atualmente pertencente à Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).[5]

Características[editar | editar código-fonte]

O Alberto Maia é considerado um bairro de alto padrão, formado principalmente por edifícios residenciais e alguns condomínios fechados residenciais.

Apesar de não ser um bairro nobre, o crescimento e excesso de verticalização tornou o bairro foco de críticas de moradores, arquitetos e urbanistas, sendo considerado um mal exemplo de planejamento urbano. Entre os problemas causados pela quantidade e proximidade de edifícios estão a perda de privacidade dos moradores, a formação de corredores de vento, e a saturação do trânsito nas vias do bairro.

Em setembro de 2012, o bairro contava com 101 prédios, com outros 21 em construção.

Crimes[editar | editar código-fonte]

O bairro de Alberto Maia teve a maior taxa de homicídios de 2014 a 2015, com 50 assassinatos por cada 20.378 habitantes, sendo considerado o bairro mais violento de Camaragibe.[6] O Loteamento de Santana e João Paulo II aparece em segundo lugar com uma taxa de 44 por 560 a 933 moradores.[7] [8]

Transporte[editar | editar código-fonte]

O bairro tecnicamente é bem localizado, sendo, juntamente com os loteamentos Santa Maria, Santa Terezinha, João Paulo II e Santana os loteamentos da Região oeste.[9]

O bairro é bem atendido pelo transporte público: na Avenida Belmiro Correia passam cerca de 20 linhas de ônibus, incluindo 12 linhas para São Lourenço da Mata, sendo o município o ponto de origem e destino de algumas linhas.[10][11]

Edifícios e Vistas[editar | editar código-fonte]

  • Todos os condomínios e edifícios foram inaugurados em 2014 até 2015.
  • Parque Verde Condomínio
  • Residencial Viverde
  • Residencial Engenho Camarás
  • Residencial da Família II

Galeria[editar | editar código-fonte]

Educação[editar | editar código-fonte]

O bairro tem duas escolas municipais que são a Escola Santa Maria e a Escola Municipal de Nossa Senhora do Carmo II, inaugurada em 2002. A educação do bairro em 2014 foi de 73% em 2015 o número caiu para 58% e não subiu por causa da crise política que o município de Camaragibe enfrenta hoje.[12][13]

Referências

  1. «Camaragibe – Histórico – Ordem» (PDF). Consultado em 19 de fevereiro de 2016 
  2. «IBGE cidades infográficos Pernambuco – Camaragibe». Consultado em 19 de fevereiro de 2016 
  3. «Violência assusta moradores do Bairro Alberto Maia». G1. Consultado em 19 de fevereiro de 2016 
  4. «Região Metropolitana do Recife é a 6ª mais populosa do Brasil, diz IBGE». G1. Consultado em 17 de março de 2017 
  5. «Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU)». Governo do Estado de Pernambuco. Consultado em 17 de março de 2017 
  6. Ricardo Fernandes (ed.). «Número de homicídios volta a crescer em Pernambuco». Diário de Pernambuco. Consultado em 17 de março de 2017 
  7. «Presidente de associação de transporte é morto em Camaragibe». Diário de Pernambuco. Consultado em 18 de março de 2017 
  8. «9h30: Atropelamento causa uma morte na PE-05, no Grande Recife». G1. Consultado em 18 de março de 2017 
  9. «Consórcio de Transportes da Região Metropolitana do Recife – (CTM)». Governo do Estado de Pernambuco. Consultado em 18 de março de 2017 
  10. Roberta Soares (ed.). «Sistema de transporte da Região Metropolitana do Recife parou no tempo». UOL. Consultado em 18 de março de 2017 [ligação inativa]
  11. Wagner Oliveira (ed.). «Número de homicídios volta a crescer em Pernambuco». Diário de Pernambuco. Consultado em 17 de março de 2017 
  12. «Matrículas da rede municipal de ensino de Camaragibe estão abertas». Diário de Pernambuco. Consultado em 18 de março de 2017 
  13. Yasmin Freitas (ed.). «Secretaria de Educação de Camaragibe oferece 200 vagas de estágio». UOL. Consultado em 18 de março de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alberto Maia
Ícone de esboço Este artigo sobre bairros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.