Albrecht Altdorfer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Dezembro de 2008). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Albrecht Altdorfer
Nome nativo Albrecht Altdorfer
Nascimento 1480
Ratisbona
Morte 12 de fevereiro de 1538 (58 anos)
Ratisbona
Cidadania Alemanha
Irmão(s) Erhard Altdorfer
Ocupação pintor, arquiteto, iluminador
Magnum opus A Batalha de Alexandre em Isso, Susana e os Anciãos, Natividade de Nossa Senhora, Histórias de São Floriano
Movimento estético Renascimento alemão
Assinatura
Altdorfer autograph.png

Albrecht Altdorfer (provavelmente em Altdorf (Landshut), aprox. 1480Regensburgo, 12 de fevereiro de 1538), pintor, gravador e arquiteto renascentista alemão. Um dos mais notáveis representantes da Escola do Danúbio, teve influências de Dürer e Cranach.

Nas suas obras podemos observar uma pura pintura de paisagens, animada pela narração de lendas, como por exemplo, em Susana no Banho (Munique): o quadro mostra o fabuloso palácio de construção onírica, cuja composição geométrica e cristalina se opõem as linhas curvas da paisagem; e, em São Jorge e o Dragão (Munique), o santo dificilmente se destaca da minuciosa massa de arvoredo. Mas há em Altdorfer a noção fundamental de um indissolúvel laço entre a natureza e os acontecimentos humanos que nela passam. Na Batalha de Alexandre em Isso (Munique), "a paisagem universal assume dimensões cósmicas: o drama terrestre encontra o seu eco no combate dos exércitos, das nuvens, do sol e da lua, da luz e de obscuridade" (Otto Benesch). Exprime-se nesta pintura inquieta uma nova representação do espaço aberto e nela a miniatura é uma arte monumental: é esta, provavelmente, a obra-prima do autor.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Altdorfer nasceu em Regensburg ou Altdorf por volta de 1480.

Ele adquiriu um interesse pela arte de seu pai, Ulrich Altdorfer, que era pintor e miniaturista. No início de sua carreira, ele ganhou a atenção do público ao criar pequenos e íntimos trabalhos modestos em mídia não convencional e com assuntos excêntricos. Ele se estabeleceu na cidade imperial livre de Regensburg, uma cidade localizada no rio [Danúbio]] em 1505, tornando-se o arquiteto da cidade e um vereador da cidade. Suas primeiras obras assinadas datam de c. 1506, incluindo gravuras e desenhos tais como "Stygmata de São Francisco" e "St. Jerome . Seus modelos eram gravuras em cobre e cobre das oficinas de Jacopo de Barbari e Albrecht Dürer.

Por volta de 1511 ou antes, ele viajou pelo rio e pelo sul até os Alpes, onde o cenário o emocionou tanto que ele se tornou o primeiro "landscape painting" no sentido moderno,[1] fazendo dele o líder da Escola do Danúbio, um círculo que foi pioneiro da paisagem como um gênero independente, no sul da Alemanha. A partir de 1513, ele estava a serviço de [Maximiliano I, Sacro Imperador Romano Maximiliano I] em Innsbruck, onde recebeu várias comissões da corte imperial. Durante a turbulência da Reforma Protestante, ele se dedicou principalmente à arquitetura; pinturas do período, mostrando sua crescente atenção à arquitetura, incluem a "Natividade da Virgem".

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Albrecht Altdorfer
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Murray, Linda (1967). The High Renaissance and Mannerism. London, England: Thames & Hudson Ltd. pp. 246–247. ISBN 0-500-20162-5