Albuquerque Mendes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Albuquerque Mendes
"Lígia"
Nascimento 1953
Trancoso
Nacionalidade Portugal portuguesa
Área Artes Plásticas
Página oficial
http://albuquerquemendes.com/

Albuquerque Mendes (Trancoso, 1953) é um artista plástico / pintor português.

O artista trocou os estudos de Engenharia Civil pelo curso de Artes Plásticas na Universidade de Coimbra. Na década de 1970 surge a primeira performance/ritual em Portugal realizada por Albuquerque Mendes. Frequentou o Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), entre 1970 e 1975, e aí realizou a sua primeira exposição individual, em 1971. Imediatamente após a Revolução dos Cravos, em 25 de Abril de 1975, Albuquerque Mendes passou a integrar o Grupo Puzzle, com uma assinalável prática de intervenções públicas, organização de festivais de performance em vários pontos do país, aliada à proposta de uma pintura de fragmentos, realizada individualmente, e que depois passava a ser grupal.

Albuquerque ocupa um lugar histórico e singular nas artes portuguesas, e ganhou notoriedade em 1977, durante o congresso da Associação Internacional de Críticos de Arte, em Lisboa, quando o crítico e cineasta José Ernesto de Sousa organizou a mostra “Alternativa Zero”, de grande importância no panorama da arte portuguesa da segunda metade do século XX. A nível internacional, o artista ganhou grande visibilidade com as suas performances, tendo participado em alguns dos mais importantes festivais do género, como na França, no Centro Georges Pompidou em Paris e no Simpósio de Lyon, Alemanha, Países Baixos, ao lado de artistas como Joseph Beuys, Wolf Vostell ou Orlan. Em Portugal, junto com Gerardo Burmester, Albuquerque Mendes fundou a Associação Arte Espaço Lusitano com o objectivo de divulgar a arte portuguesa. O espaço mostra importantes exposições, sempre aliadas a um valor performático, como "Os retratos de Marcel Duchamp" e "Os Frequentadores do Cabaret Voltaire".

Em Novembro de 2001, a Fundação de Serralves realizou a primeira exposição antológica do artista: “Confesso”, com organização de João Fernandes, curador da instituição. Em 2000, realizou a exposição "Lágrimas", na Galeria Anna Maria Niemeyer, no Rio de Janeiro.

Actualmente, protagoniza uma das mais activas e intensas presenças na cena artística portuguesa. Foi convidado a criar as peças oficiais da recepção ao Papa Bento XVI - o “Estandarte da Paz”, o “Lenço Peregrino” e a “Medalha Amanhecer” - aquando da sua visita à cidade do Porto a 14 de Maio de 2010. Em 2017, recebeu a Medalha Municipal de Mérito -- Grau Ouro pela Câmara Municipal do Porto, presidida por Rui Moreira, pela sua assinalável contribuição para o desenvolvimento e difusão artística da cidade.[1][2] Em 2018, foi convidado pela vinícola portuguesa Esporão para ilustrar os rótulos das novas colheitas de Esporão Reserva e Private Selection.[3]

Exposições selecionadas[editar | editar código-fonte]

Individuais[editar | editar código-fonte]

  • “Na inquietude do desejo”, Ciclo “Ações Estéticas Quase Instantâneas”, Museu Nacional Soares dos Reis, Porto, Portugal (2018)
  • "Jugglers – Problemas e Insolvência", Galeria Graça Brandão, Lisboa, Portugal (2017)[4]
  • "ROSEBUD", Quarto 22, Colégio das Artes de Coimbra, Coimbra, Portugal (2016)
  • "O Lugar da Casa", Cooperativa Árvore, Porto, Portugal (2015)
  • “23 Décembre 1888”, Quase Galeria, Porto, Portugal (2014)
  • "Paradoxos Degenerados: Entre ações, Pensamento e Obras", Carpe Diem Arte e Pesquisa Lisboa, Portugal (2014)
  • "Do sagrado na arte - Evangelhos comentados por artistas", Lisboa , Portugal (2014)
  • "Festim", Galeria Graça Brandão, Lisboa, Portugal (2013)
  • "den dag manden faldt ned fra himlen i Danmark", Galeria Nuno Centeno, Porto, Portugal (2012)
  • "Eu tenho 58 anos e isso não quer dizer nada", Galeria Graça Brandão, Lisboa, Portugal (2011)
  • "Trancoso, 17 de Marco de 1953", Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda, Guarda, Portugal (2011)
  • "Making of / La Creazione", Igreja de Santo António dos Portugueses, Roma, Itália (2010)
  • "O Tempo de Uma Vida", Galeria Graça Brandão, Lisboa, Portugal (2006)
  • "Natureza e Crueldade", Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil (2005)
  • “Natureza e Crueldade”, Galeria Graça Brandão, Porto, Portugal (2004)
  • “Mar, Mãe, Sal, Sol”, Casa Museu Nogueira da Silva, Braga, Portugal (2002)
  • “Mar, Mãe, Sal, Sol”, Casa Municipal de Cultura, Cantanhede, Portugal (2002)
  • “Estrela Polar”, Galeria Brito Cimino, São Paulo, Brasil (202)
  • “Confesso”, Exposição Antológica, Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto, Portugal (2001)
  • “Lágrimas” – Galeria Anna Maria Niemeyer, Rio de Janeiro, Brasil (2000)
  • “Salomé” – Galeria Lídia Cruz, Leiria, Portugal (2000)
  • Galeria Canvas, Porto, Portugal (1999)
  • “Via Sacra”, Museu de Arte Moderna do Recife e Centro Cultural de João Pessoa, Brasil (1999)
  • “O Martírio de São Bartolomeu em Trancoso”, Casa Museu Almeida Miranda, Viseu, Portugal (1998)
  • “O Martírio de São Bartolomeu em Trancoso”, Galeria da Restauração, Porto, Portugal (1998)
  • “Ardor”, Museu de Arte Moderna da Bahia, São Salvador, Brasil (1998)
  • “No jardim das Oliveiras”, Galeria Canvas, Porto, Portugal (1997)
  • “Com os Olhos na Solidão”, Galeria Edicarte, Funchal, Portugal (1997)
  • “No mesmo lugar” – Museu da Inconfidência, Ouro Preto, Brasil (1997)
  • “Sete Pecados Mortais” – Galeria André Viana, Porto, Portugal (1997)
  • Galeria Assírio e Alvim, Lisboa, Portugal (1996)
  • “Céus”, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil (1996)
  • Galeria Lídia Cruz, Leiria, Portugal (1994)
  • “Aguarelas do Hospital”, Casa Museu Nogueira da Silva, Braga, Portugal (1993)
  • "Las moradas", Casa do Despacho da Ordem de São Francisco, Porto, Portugal (1992)
  • "Almas", Galeria Nasoni, Lisboa, Portugal (1991)
  • "Offertorium", Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, Amarante, Portugal (1991)
  • "Açúcar"”, Galeria Nasoni, Porto, Portugal (1991)
  • Galeria Gruporzán, A Coruña, Espanha (1988)
  • "Titanic"”, Galeria SEN, Madrid, Espanha (1985)
  • "Os frequentadores do Cabaret Voltaire", Galeria da Imprensa Nacional/Casa da Moeda, Livraria do estado, Lisboa, Portugal (1984)
  • "Les portraits de Marcel Duchamp"”, Galerie Diagonale, Paris, França (1982)
  • "La multiplication des réalités", Galerie Diagonale, Paris, França (1978)
  • "Ironique Jouissance", Galerie Jacques Boundin, Nice, França (1976)
  • "Exercício com selo de origem", Círculo de Artes Plásticas, Coimbra, Portugal (1975)
  • Círculo de Artes Plásticas, Coimbra, Portugal (1971)

Colectivas[editar | editar código-fonte]

  • "Pensamento e risco", Sala Júlio Resende do Auditório Municipal de Gondomar, Gondomar, Portugal (2018)[5]
  • "Accrochage de Verão", Galeria Graça Brandão, Lisboa, Portugal (2018)
  • "Zéro de conduite - obras da coleção de Serralves", Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto, Portugal (2018)[6]
  • "Do Tirar pelo Natural. Inquérito ao retrato português", Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa, Portugal (2018)[7][8]
  • "Processos em Trânsito/Livros de Artista", Câmara Municipal de Matosinhos, Matosinhos, Portugal (2018)[9]
  • "Para a construção do Museu de Causas", Convento Corpus Christi, Vila Nova de Gaia, Portugal (2018)[10][11]
  • "É tudo uma questão de performatividade", Fórum Cultural de Cerveira, Vila Nova de Cerveira, Portugal (2018)
  • "Wild Flowers (wildness is contextual!) – Volume II (grow flowers!)", Galerie Iragui, Moscovo, Rússia (2018)[12]
  • "Portugal Portugueses", Museu Afro Brasil, São Paulo, Brasil (2016)[13][14]
  • “Prometheus fecit - terra, água, mão e fogo”, Museu Nacional Soares dos Reis, Porto, Portugal (2014)[15]
  • "Grupo PUZZLE (1976-1981) - Pintura Colectiva = Pintura Individual", Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, Portugal (2011)
  • "The Painting and the contexts of history of art" Albuquerque Mendes + Djordje Ozbolt, The Mews Project Space, Londres, Inglaterra (2010)
  • "The Saint's Path (with Nelson Leirner)", Valencia Institute of Modern Art, Valencia, Espanha (2009)[16][17]
  • "The Saint's Path (with Nelson Leirner)", Extremaduran and Ibero-American Museum of Contemporary Art, Badajoz, Espanha (2009)
  • "The Saint's Path (with Nelson Leirner)", Casa da América, Madrid, Espanha (2008)
  • “Constelações Afectivas II" - Parte 1 e 2, Galeria Graça Brandão, Lisboa, Portugal (2006)[18]
  • “Lágrimas”, Exposição integrada no aniversário de Inês de Castro, Coimbra, Portugal (2005)
  • “Obras Escritas”, Biblioteca Almeida Garrett, Porto, Portugal (2003)
  • “Os quatro elementos”, Casa Municipal de Cultura, Cantanhede, Portugal (2002)
  • “O Sangue e as suas metáforas”, Teatro do Campo Alegre, Porto, Portugal (2001)
  • “O Elogio da Loucura”, Hospital Conde Ferreira, Porto, Portugal (2001)
  • “Porto 60/70, Os Artistas e a Cidade”, Museu de Serralves, Porto, Portugal (2001)[19][20]
  • “A Árvore das Virtudes, a Árvore na Cultura, nas Artes, na Cidade”, Biblioteca Almeida Garrett e Coop. Árvore, Porto, Portugal (2001)
  • “Arte no Porto no século XX”, Biblioteca Almeida Garrett, Porto, Portugal (2001)
  • “Arritmias”, Mercado Ferreira Borges, Porto, Portugal (2000)
  • “III Bienal de Arte da Fundação Cupertino de Miranda de Famalicão", Museu da Guarda, Guarda, Portugal (2000)
  • “Accrochage IV”, Galeria Canvas, Porto, Portugal (2000)
  • “Colecção do MEIAC”, Fundação D. Luís I, Cascais, Portugal (2000)

Performances[editar | editar código-fonte]

  • "Passagem", Museu Nacional de Soares dos Reis, Porto, Portugal (2016)
  • "Lígia", Bienal da Maia I, Maia, Portugal (2015)
  • “Ligia”, Anozero: Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra, Coimbra, Portugal (2015)[21]
  • "E o que hei-de amar senão o enigma?", com Luís Miguel Fontes, Ritual II - Espaço Mira, Porto, Portugal (2014)
  • “Changes”, com Beatriz Albuquerque, Galeria Nuno Centeno, Porto, Portugal (2012)
  • "They shoot horses, don't they?", com Beatriz Albuquerque, A Sala, Porto, Portugal (2009)
  • Ritual/Performance (org. Casa das Américas), Madrid, Espanha (2008)
  • "XY", com Rute Rosas, Rivoli - Teatro Municipal, Porto, Portugal (2006)
  • "Birthday Luck", Mercedes Viegas Gallery, Rio de Janeiro, Brasil (2005)
  • "Reading", Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Brasil (2005)
  • "Guanabara Bay", Graça Brandão Gallery, Porto, Portugal (2004)
  • "“Natureza e Crueldade", Galeria Graça Brandão, Porto, Portugal (2004)
  • "The Story of a Miracle", Teatro do Campo Alegre, Porto, Portugal (2001)
  • "Tango", Museu de Serralves, Porto, Portugal (2001)
  • "Procession", Galeria Canvas, Porto, Portugal (2000)
  • "Perspectiva: Alternativa Zero"”, Casa de Serralves, Porto, Portugal (1997)
  • "Ritual", intervenção na inauguração da exposição, Sala Atlântica, Galeria Nasoni, Porto, Portugal (1987)
  • "Quem quer ser lobo, veste-lhe a pele", Alternativa - Festival Internacional de Performance, Porto, Portugal (1987)
  • PERFORMARTE – I Encontro Nacional de Performance, AICA”, Claustros do Convento da Graça, Torres Vedras, Portugal (1985)
  • "Ritual", Stiching Makkom, Amesterdão, Holanda (1984)
  • Intervenção na inauguração de exposição "Os frequentadores do Cabaret Voltaire"”, Galeria EG, Porto, Portugal, Portugal 1984)
  • "Ritual", 10ème anniversaire du 25 avril à Paris. Portugal Vivant, Centre Georges Pompidou, Paris, França (1984)
  • "Envelope surpresa", IV Bienal Internacional de Arte de Vila Nova de Cerveira, Portugal (1984)
  • Albuquerque Mendes e Gerardo Burmester fazem férias no Espaço Lusitano”, Espaço Lusitano, Porto, Portugal (1983)
  • Alternativa III - Festival Internacional de Arte Viva, Almada, Portugal (1983)
  • "Ritual", Galeria J&J Donguy, Paris, França (1982)
  • "Ritual", I Festival de Performance Portugaise de la Ville de Paris, França (1982)
  • "Ritual", I Recontre de Performance de Nice, França (1982)
  • "O príncipe dos meus sonhos", Nuit de la Performance Portugaise, Usine Pali Kai, Paris, França, Portugal (1982)
  • Intervenção na inauguração da exposição "Os retratos de Marcel Duchamp", Galeria Roma e Pavia, Porto, Portugal (1982)
  • "Portugal é lindo", com Gerardo Burmester, Duas noites de Performance, Edifício Chiado, Coimbra, Portugal (1981)
  • "Ritual", Art d'’Aujourd’hui, Musée d'’Art Moderne, Estrasburgo, França (1981)
  • "Envelope surpresa", Antwerp International Mail Art Festival, International Cultureel Centrum, Antuérpia, Holanda (1981)
  • ARC Semaine d’Action, Musée d'Art Moderne de la Ville de Paris, França (1980)
  • "Les quatres saisons de l’année", Salle Mermillon de l'Espace Lyonnais d’Art Contemporain, Lyon, França (1979)
  • "Ritual", ruas de Lyon, França (1979)
  • I Festival International d’'Art Postal d'’Avant-garde, Musée des Arts Décoratifs, Paris, França (1979)
  • "Ritual da água", Studio de Lucien Mars/Nuit blanche de la Performance, I Symposium International d'Art Performance de Lyon, França (1979)
  • 28éme Salon de la Jeune Peinture, Musée du Luxembourg, Paris, França (1977)
  • "Os três dedos da mão do arco-íris", Praça da Liberdade e Avenida dos Aliados, Porto, Portugal (1977)
  • "As três mortes de S.João Baptista", Praça do Passeio Alegre, Póvoa do Varzim, Portugal (1976)
  • III Encontros Internacionais de Arte em Portugal, Póvoa do Varzim, Portugal (1976)
  • "Ritual", Chiado, Lisboa (1975)
  • Exposição documental dos II Encontros Internacionais de Arte em Portugal, Palácio dos Coruchéus, Lisboa, Portugal (1975)
  • "Exercício com selo de origem", Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Portugal (1975)
  • "A Arte é bela, tudo é belo", 1000011º Aniversário da Arte, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Portugal (1974)

Prémios e distinções[editar | editar código-fonte]

  • Medalha Municipal de Mérito -- Grau Ouro, Câmara Municipal do Porto, Portugal (2017)
  • Prémio Aquisição, VI Mostra Unión Fenosa, A Coruña, Espanha (1999)
  • Prémio Amadeu de Souza-Cardoso, Amarante, Portugal (1997)
  • Prémio Nadir Afonso, I Bienal Arte Jovem, Chaves, Portugal (1983)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Group, Global Media (23 de junho de 2017). «Câmara do Porto quer atribuir Medalha de Honra da Cidade a Richard Zimler». DN 
  2. CMP. «Câmara distinguiu cidadãos e instituições que fazem o "hardware" do Porto - Notícias - Portal de notícias do Porto. Ponto.». www.porto.pt. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  3. Redacção. «Albuquerque Mendes é o novo artista convidado para ilustrar os rótulos do vinho Esporão – Comunidade Cultura e Arte». www.comunidadeculturaearte.com. Consultado em 5 de setembro de 2018 
  4. «GALERIA GRAÇA BRANDÃO | Albuquerque Mendes, "Jugglers – Problemas e Insolvência"». www.galeriagracabrandao.com. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  5. «'Pensamento e Risco' reúne nomes da arquitectura e das artes plásticas, em Gondomar». www.dnoticias.pt 
  6. «Serralves inaugura exposição sobre desobediência com obras de mais de 70 artistas». PÚBLICO 
  7. Salema, Isabel. «O retrato dos retratos em Portugal». PÚBLICO 
  8. Rosa, Vasco. «O retrato português revisitado no Museu Nacional de Arte Antiga». Observador. Consultado em 8 de agosto de 2018 
  9. Group, Global Media (13 de junho de 2018). «Um livro pássaro, uma capa de granito e esboços de Siza Vieira». TSF Rádio Notícias 
  10. Group, Global Media (23 de abril de 2018). «Exposição ″Para a construção do Museu de Causas″ inaugurada quarta-feira em Gaia». DN 
  11. «Museu das Causas». Museu das Causas. Consultado em 8 de agosto de 2018 
  12. «exhibitions - Galerie Iragui». www.iragui.com (em inglês). Consultado em 7 de agosto de 2018 
  13. http://www.ef5.com.br, F5 - Web Design e Tecnologia Atualizada -. «Detalhe». www.museuafrobrasil.org.br. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  14. http://www.ef5.com.br, F5 - Web Design e Tecnologia Atualizada -. «Museu Afro Brasil lança catálogo da exposição internacional "Portugal Portugueses"». www.museuafrobrasil.org.br. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  15. «Prometheus fecit: terra, água, mão e fogo | COLECTIVA | ARTECAPITAL.NET». www.artecapital.net. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  16. «IVAM - Institut Valencià d'Art Modern | CAMINO DE SANTOS. NELSON LEIRNER AND ALBURQUERQUE MENDES». www.ivam.es (em inglês). Consultado em 7 de agosto de 2018 
  17. Villarreal, Ignacio. «Nelson Leirner and Albuquerque Mendes Present a Joint Work at Valencian Institute of Modern Art». artdaily.com (em inglês). Consultado em 7 de agosto de 2018 
  18. «GALERIA GRAÇA BRANDÃO | "Constelações Afetivas" 10 Anos da Galeria em Lisboa». www.galeriagracabrandao.com. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  19. Seara.com. «Fundação de Serralves - Serralves». Serralves. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  20. Faria, Óscar. «Duas décadas de arte no Porto». PÚBLICO 
  21. «The Hollow Inn « Anozero». 2015.anozero-bienaldecoimbra.pt. Consultado em 8 de agosto de 2018