Alcides Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alcides Santos
Alcides Santos.jpg
Conhecido(a) por Fundador do Fortaleza Esporte Clube
Nascimento 04 de janeiro de 1889
Bandeira maranguape ce.png Maranguape, Ceará, Brasil.
Morte 27 de outubro de 1971
Nacionalidade Brasil brasileiro
Ocupação comerciante, empresário

Alcides de Castro Santos (Maranguape, 04 de janeiro de 1889 - 27 de outubro de 1971) [1]foi um empresário, futebolista e comerciante brasileiro, conhecido por ser um dos pioneiros do futebol cearense, fundador do Stella Football Club e do Fortaleza Esporte Clube.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Natural de Maranguape, Alcides era filho do professor e deputado Agapito dos Santos e Raimunda de Castro Barbosa, e neto do Comendador da Ordem da Rosa Joaquim Jorge dos Santos, membros da alta sociedade nordestina.[3] Empresário próspero, foi sócio e fundador de diversas empresas no estado do Ceará, como a Studart & Cia[1] e a A. Santos & Cia[4]. Foi também o primeiro representante da Ford Company no Brasil.[5] Estudou na França na Belle Époque, e retornou ao Brasil no começo do século XX, apaixonado pelo novo esporte que havia descoberto na Europa.

Legado no futebol[editar | editar código-fonte]

Pioneiro do futebol no Ceará, trouxe ao estado a primeira bola específica para a prática do esporte, vinda da Inglaterra. Em maio de 1915, fundou o Stella Foot-Ball Club[6], inspirado no College Stella, na Suíça, e formado por alguns de seus ex-colegas, membros da aristocracia cearense. O clube teve vida curta e logo foi extinto.

Em 18 de outubro de 1918, fundou o Fortaleza Sporting Club (como era denominado à época, até o Estado Novo), em homenagem à capital cearense. As cores do clube - vermelho, azul e branco - foram sugeridas por Alcides e inspiradas na França. Foi também seu primeiro presidente.

Alcides teve também participação na fundação dos clubes Maranguape, Tabajara e Riachuelo.[5] Hoje, dá nome ao Estádio Alcides Santos, no Bairro do Pici, em Fortaleza.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Alcides Santos casou-se com Elizabeth Petter Bernade em 1917[7], com quem teve dois filhos adotivos. Notório colecionador de selos e moedas, fundou a Sociedade Cearense de Filatelia e Numismática[8] na década de 30, e costumava frequentar a Praça dos Leões, em Fortaleza, para troca dos itens com outros entusiastas da numismática. Morreu aos 81 anos, em 1971.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Morre, em Fortaleza, aos 81 anos de». portal.ceara.pro.br. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  2. «História». Fortaleza Esporte Clube. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  3. Moraes. «SANTOS, Agapito dos» (PDF). Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, Fundação Getúlio Vargas. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  4. «Assinado o primeiro contrato comercial». portal.ceara.pro.br. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  5. a b «História». Fortaleza Esporte Clube. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  6. «Funda-se, em Fortaleza, o Stela Foot». portal.ceara.pro.br. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  7. «Famílias Cearenses - Estrangeiros no Ceará.». www.familiascearenses.com.br. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  8. Neto, Alan (11 de outubro de 1968). «Fortaleza: 50 anos de lutas, glórias e gols». O POVO