Alderico Lima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alderico Lima
Assessor Especial do Ministério do Meio Ambiente do Brasil
Período 17 de setembro de 2002
a 1º de janeiro de 2003
Ministro José Carlos Carvalho
Ministro dos Transportes do Brasil (interino)
Período 14 de novembro de 2001
a 2 de abril de 2002
Presidente Fernando Henrique Cardoso
Antecessor(a) Eliseu Padilha
Sucessor(a) João Henrique de Almeida Sousa
Secretário-Executivo do Ministério dos Transportes do Brasil
Período 28 de janeiro de 2000
a 18 de dezembro de 2001[a]
Ministro Eliseu Padilha
Sucessor(a) Paulo Sérgio Passos
Coordenador-Geral de Captação de Recursos da Subsecretaria de Planejamento e Orçamento do Ministério dos Transportes do Brasil
Período 6 de novembro de 1995
a 27 de maio de 1998
Ministros
Antecessor(a) (subsecretaria criada)
Sucessor(a) José Newton Barbosa Gama
Diretor do Departamento de Captação de Recursos da Secretaria de Planejamento do Ministério dos Transportes do Brasil
Período 22 de julho de 1994
a 6 de novembro de 1995[b]
Ministros
Sucessor(a) (secretaria extinta)
Dados pessoais
Nome completo Alderico Jefferson da Silva Lima
Nascimento
Prêmio(s) Ordem do Mérito Militar[1]

Alderico Jefferson da Silva Lima ComMM é um economista brasileiro. Foi ministro dos Transportes interino durante o governo Fernando Henrique Cardoso, além de assessor especial do Ministério do Meio Ambiente.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Funcionário público de carreira, em 1994 foi nomeado diretor do Departamento de Captação de Recursos da Secretaria de Planejamento do Ministério dos Transportes, à época sob liderança do general Rubens Bayma Denys.[2] Mais tarde, tornou-se secretário-executivo do ministério.[3][4]

Entre novembro de 2001 e abril de 2002, exerceu interinamente o cargo de ministro dos Transportes dentro do governo Fernando Henrique Cardoso após a exoneração de Eliseu Padilha.[5]

Em 3 de abril de 2002, Alderico foi admitido pelo presidente Fernando Henrique Cardoso à Ordem do Mérito Militar no grau de Comendador especial.[1]

Em setembro de 2002, foi nomeado assessor especial do Ministério do Meio Ambiente.[6][7] Deixou o ministério após o fim do governo FHC, aposentando-se definitivamente em 2005.

Notas

  1. Originalmente assumido de forma interina em 28 de janeiro de 2000, foi efetivado como titular em data desconhecida.
  2. Com a extinção da Secretaria de Planejamento, o departamento foi transformado em Coordenação-Geral de Captação de Recursos da Subsecretaria de Planejamento e Orçamento do Ministério dos Transportes.

Referências

Precedido por
Eliseu Padilha
Ministro dos Transportes do Brasil
2001 — 2002
Sucedido por
João Henrique de Almeida Sousa
Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.