Alea jacta est

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O lema da família Hall, de Shackerstone, Inglaterra, é jacta est alea

Alea jacta est (grafia medieval) ou alea iacta est (grafia clássica) significa, em português, "o dado foi lançado", mas traduzido comumente como "a sorte foi lançada".[1] Frequente e erroneamente traduzido por "a sorte está lançada"[2], iacta est é na verdade o perfeito passivo do indicativo de iaceo.

Na linguagem popular, é uma expressão utilizada quando os fatores determinantes de um resultado já foram realizados, restando apenas revelá-los ou descobri-los.

Foi a frase em latim supostamente proferida por Júlio César ao tomar a decisão de cruzar com suas legiões o rio Rubicão,[1] que delimitava a divisa entre a Gália Cisalpina (Gália ao sul dos Alpes, que atualmente corresponde ao território do norte da península Itálica) e o território da Itália.

César é dito ter apropriado a frase de Menandro, seu escritor grego de comédias predileto; a frase aparece em Ἀρρηφόρος (transliterada para Arrephoros), como citada em Dipnosofistas (parágrafo oitavo).[3]

Referências

  1. a b BUSARELLO, Raulino (1998). Máximas Latinas. para o seu dia-a-dia. 1. Florianópolis: Autor. 400 páginas. ISBN 85-900650-1-4 
  2. Almeida, Napoleão Mendes de, (1997). Gramática latina : curso único e completo 27. local=São Paulo ed. [S.l.]: Saraiva. ISBN 8502003070. OCLC 163105751 
  3. «De l'Amour — Le Livre XIII des Dipnosofistas» (em grego). por Philippe Remacle. 2003. Consultado em 18 de janeiro de 2019 


Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.