Alejandro Giammattei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alejandro Giammattei
51.º Presidente da Guatemala
Período 14 de janeiro de 2020
até a atualidade
Vice-presidente Guillermo Castillo
Antecessor Jimmy Morales
Dados pessoais
Nome completo Alejandro Eduardo Giammattei Falla
Nascimento 9 de março de 1956 (65 anos)
Cidade da Guatemala, Guatemala
Primeira-dama Marcela Giammattei
Cônjuge Rosana Cáceres (div.)
Filhos 3 (incluíndo Marcela Giammattei)

Alejandro Eduardo Giammattei Falla (Cidade da Guatemala, 9 de março de 1956) é um médico, bombeiro e político guatemalteco, atual presidente da Guatemala desde 14 de janeiro de 2020. Também atuou como diretor do Sistema Penitenciário da Guatemala entre 2005 e 2007, além de ter participado das eleições gerais de 2007, 2011 e 2015.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Alejandro Giammattei participou das eleições em 1985, 1988 e 1990 como coordenador geral dos processos eleitorais. Ele ganhou reconhecimento em ambos os níveis nacional e internacional sob as ordens do ex- vice-presidente da República da Guatemala, Arturo Herbruger Asturias . Giammattei foi reconhecido como consultor de várias empresas e serviços privados desde 2000, e ex-diretor do Sistema Penitenciário da Guatemala em 2006. Ele participou das eleições presidenciais da Guatemala em 2007, 2011, 2015 e 2019. [1]. [2]

Tornou-se o candidato presidencial do partido Vamos nas eleições presidenciais de 2019. Ele perdeu o primeiro turno em 16 de junho de 2019 com 13,95% dos votos, mas ganhou o segundo turno contra Sandra Torres em 11 de agosto de 2019 com 57,96% dos votos.Alejandro Giammattei é casado com Rosana Cáceres desde 11 de fevereiro de 1989 e tem três filhos: Marcela, Estéfano e Alejandro Giammattei. [2]

Nas eleições de 2019, ele venceu a disputa presidencial contra a candidata Sandra Torres, ex-primeira-dama da Guatemala, alcançando 1 907 801 votos no segundo turno (57,95%). Atualmente é o único chefe de estado e governo no mundo que usa muletas para se mobilizar.[3][4][5][6]

Ideologia política[editar | editar código-fonte]

Ele é considerado conservador e de direita. Giammattei manteve uma posição contra o aborto, o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a favor da pena de morte e uso militar na segurança do cidadão. [7][8] Prometeu trazer de volta a pena de morte para ajudar a "esmagar as gangues violentas, combater a pobreza e acabar com a corrupção repugnante". [9]

Referências

  1. «Elecciones Guatemala 2011». web.archive.org 
  2. a b «Alejandro Giammattei». web.archive.org 
  3. «Guatemala: Giammattei gana elecciones presidenciales con amplia ventaja». La Tercera (em espanhol). 11 de agosto de 2019. Consultado em 14 de janeiro de 2020 
  4. De 2019, 11 De Agosto. «Alejandro Giammattei fue electo nuevo presidente de Guatemala». Infobae (em espanhol). Consultado em 14 de janeiro de 2020 
  5. «El conservador Giammattei logra la Presidencia de Guatemala al cuarto intento». www.efe.com (em espanhol). Consultado em 14 de janeiro de 2020 
  6. «Alejandro Giammattei será el próximo presidente de Guatemala tras vencer a Sandra Torres». ELMUNDO (em espanhol). 11 de agosto de 2019. Consultado em 14 de janeiro de 2020 
  7. «Alejandro Giammattei: La educación es el mejor anticonceptivo – Prensa Libre» (em espanhol). Consultado em 14 de janeiro de 2020 
  8. «Giammattei, 20 años de candidato y una colección de criminales cerca suyo». Nómada, Guatemala. (em espanhol). 4 de junho de 2019. Consultado em 14 de janeiro de 2020 
  9. https://au.news.yahoo.com/corruption-tainted-guatemala-set-elect-president-054250817--spt.html
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Precedido por
Jimmy Morales
Presidente da Guatemala
2020atualidade
Sucedido por
incumbente
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias