Alejandro Woss y Gil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Woss y gil.jpg

Alejandro Woss y Gil (nascido Alejandro Woss Linares) (5 de maio de 1856 - 1 de janeiro de 1932) foi um político e militar da República Dominicana.

Na juventude, foi enviado a Santiago de los Caballeros para viver com seu tio, o general Evangelista Gil, que o adotou e incentivou a entrar no serviço militar.

Woss y Gil serviu como ministro da Defesa, e como vice-presidente durante a presidência de Francisco Gregorio Billini, a quem substituiu após sua renúncia de 16 de maio de 1885 até 6 de janeiro de 1887. O ex-presidente Ulises Heureaux permaneceu como uma figura dominante na política nacional. Em 1903, liderou um golpe contra Juan Isidro Jimenes e atuou novamente como presidente de 23 de março até ser removido por Carlos Felipe Morales em 24 de outubro de 1903.[1] Com María Ricart Pérez teve uma filha, a famosa pintora Celeste Woss y Gil. Faleceu em Santo Domingo, em janeiro de 1932.

Referências

  • Biography at the Enciclopedia Virtual Dominicana