Aleksandr Khinchin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Aleksandr Khinchin
Nascimento 7 de julho de 1894
Morte 18 de novembro de 1959 (65 anos)
Moscou
Sepultamento Cemitério Donskoe
Cidadania Império Russo, União Soviética
Ocupação matemático
Prêmios Prêmio Stalin, Ordem de Lenin, Ordem da Bandeira Vermelha do Trabalho, Ordem da Insígnia de Honra, Medalha de "Mérito de Trabalho da Grande Guerra Patriótica 1941-1945"
Empregador Universidade Estatal de Moscou
Magnum opus Lei do logaritmo iterado

Aleksandr Yakovlevich Khinchin (em russo: Алекса́ндр Я́ковлевич Хи́нчин, em francês: Alexandre Khintchine; Kondrovo, 19 de julho de 189418 de novembro de 1959) foi um matemático russo e um dos cientistas soviéticos mais importantes na escola da teoria das probabilidades.

Khinchin nasceu no vilarejo de Kondrovo, no Oblast de Kaluga, na Russia. Enquanto estudava na Universidade Estatal de Moscovo, tornou-se um dos primeiros seguidores da famosa escola de Luzin. Graduou-se em 1916 e seis anos mais tarde tornou-se professor interino na mesma universidade, perdurando no cargo até sua morte.

Os primeiros trabalhos de Khinchin focavam-se na análise real. Mais tarde ele aplicaria métodos da teoria métrica de funções aos problemas na teoria das probabilidades e teoria dos números. Foi um dos fundadores da moderna teoria das probabilidades, descobrindo a lei do logaritmo iterado, em 1924, atingindo resultados importantes no campo dos teoremas dos limites, dando uma definição aos processos estacionários e estabelecendo um fundamento para a teoria de tais processos.

Khinchin fez contribuções significativas na teoria métrica das aproximações diofantinas e estabeleceu um resultado fundamental para as frações contínuas reais simples, descobrindo a propriedade atualmente conhecida como constante de Khinchin. Também publicou diversas obras fundamentais na física estatística, em que utilizou os métodos da teoria das probabilidades, assim como da teoria da informação, teoria das filas e análise matemática.

Em 1939, Khinchin foi eleito como membro correspondente da Academia Russa das Ciências. Em 1941, foi agraciado com o Prêmio do Estado da União Soviética. Também foi condecorado com a Ordem de Lenin e mais três outras ordens e medalhas.

Obras[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.