Aleksandr Rodimtsev

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aleksandr Rodimtsev
Nascimento 8 de março de 1905
Distrito de Sharlyksky, Império Russo
Morte 13 de abril de 1977 (72 anos)
Moscou, Rússia Soviética
Serviço militar
Lealdade  União Soviética
Serviço Exército Vermelho
Tempo de serviço 1927–1977
Patente Coronel-general
Batalhas/Guerras Guerra Civil Espanhola
Segunda Guerra Mundial
Condecorações Золотая Звезда Героя Советского Союза.svg

Aleksandr Rodimtsev (russo: Александр Ильич Родимцев) foi um coronel-general do Exército Vermelho durante a Segunda Guerra Mundial, duas vezes condecorado como Herói da União Soviética.

Rodimtsev se integrou ao Exército Vermelho nos anos 1920 e lutou na Guerra Civil Espanhola, ao lado dos republicanos, contra as forças do general Francisco Franco, em 1936-1937, quando recebeu sua primeira condecoração como Herói da União Soviética.

Muito popular entre seus homens e conhecido por sua bravura, ele é mais lembrado na história por seu papel na Batalha de Stalingrado, onde comandou a 13ª Divisão de Guardas de Rifle, que foi praticamente destruída lutando e defendendo a colina de Mamayev contra os atacantes alemães, entre 1942 e 1943, sendo novamente condecorado com a mais alta comenda militar da URSS em 1945 por estes feitos.

Depois da vitória em Stalingrado, ele comandou o 32° Corpo de Guardas de Rifle, que incluía a sua heróica 13ª Divisão, a 66ª Divisão de Rifles e a 6ª Divisão de Guardas paraquedistas, que lutou contra as divisões Panzer SS na Batalha de Kursk.

Após a guerra, Rodimtsev foi o vice-comandante do distrito militar do leste da Sibéria, adido militar na Albânia, e vice-comandante do distrito militar do norte da União Soviética.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.