Alex Kidd in Miracle World

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alex Kidd in Miracle World
Capa do jogo para Master System
Desenvolvedora(s) Sega
Publicadora(s) Sega
Designer(s) Ossale Kohta[1]
Compositor(es) Tokuhiko Uwabo
Plataforma(s) Sega Master System, Virtual Console
Série Alex Kidd
Data(s) de lançamento Master System
  • JP 1º de Novembro, 1986[2]
  • AN 1986
  • EU 1986
Virtual Console
  • EU 13 de Junho, 2008[3]
Gênero(s) Plataforma
Modos de jogo Single Player
Número de jogadores 1
Média Cartucho de 8-bits
Controles Gamepad
Traduções Inglês e Português

Alex Kidd in Miracle World (アレックスキッドのミラクルワールド?) foi o primeiro jogo da série Alex Kidd, lançado em 1986 para o console Sega Master System. Se tornou muito popular entre os jogos para Master System, sendo um dos motivos que o levaram a vir na memória do console. Jogo de plataforma em 2D, semelhante ao Super Mario Bros. da Nintendo. Acredita-se que Alex Kidd tenha sido criado para competir com o Super Mario Bros..[4] Apesar de ter sido considerado melhor que Mario por muitos críticos, não se tornou tão popular devido à baixa popularidade do console.[4]

Alex Kidd in Miracle World foi lançado primeiro como cartucho. De 1990 em diante, o jogo foi refeito com algumas revisões para a memória do Sega Master System, incluindo algumas das versões Americanas e Europeias do Master System II, e algumas versões Europeias do Master System 1. A nova versão incluída na memória do Master System Americano e Europeu tinha pequenas diferenças da versão do cartucho, como Alex comendo um hambúrguer em vez de um Onigiri (bolo de arroz) entre as fases, e a troca de comandos dos botões 1 e 2.

A história do jogo foi a única da série Alex Kidd que ganhou uma continuação, chamada Alex Kidd in the Enchanted Castle, que foi lançado para o Mega Drive.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Um aspecto distinto do jogo é o uso do jogo pedra, papel, tesoura (também conhecido como jaquempô) para derrotar alguns dos chefes, em vez da tradicional luta dos jogos de plataforma.[5] Perto do fim do jogo os chefes ficam mais difíceis de serem derrotados, pois eles fazem escolhas aleatórias no jaquempô e enfrentam Alex depois de serem derrotados por ele no Jankenpo. O jogador pode utilizar o dinheiro acumulado durante as fases por Alex em lojas para comprar itens, vidas extras e até veículos.[1] Salvar o progresso do jogo no Master System é impossível, sendo que quando Alex perdia todas as suas vidas o jogo recomeçava, fazendo com que acabar com os chefes dependesse de sorte e deixando muitos jogadores irritados.[carece de fontes?]

História[editar | editar código-fonte]

O enredo original encontrado no manual do jogo é:[5]

Há muitos séculos, no planeta Aries, vivia um menino chamado Alex Kidd. Durante sete anos ele morou no Monte Eterno estudando Shellcore, uma antiga arte marcial que ensinava as pessoas a ser tão fortes que elas conseguiam quebrar grandes pedras com as próprias mãos. Certo dia, ao deixar o Monte Eterno para ir à sua terra natal espiritual, ele encontrou um moribundo que lhe fez uma revelação: a pacífica cidade de Radactian corria um grande perigo. Antes de exalar o último suspiro, o homem deu a Alex o fragmento de um mapa e um medalhão feito com um pedaço da Pedra do Sol. O que tudo aquilo queria dizer? O único jeito de descobrir seria viajar para o Miracle World e lá procurar as respostas.

O enredo encontrado na caixa de papelão branca é:[6]

"Seu nome é Alex Kidd. Você tem uma coragem invejável e um golpe de caratê tão forte que é capaz de despedaçar rochas. Sua missão: salvar Radactian, uma cidade que está em perigo. Mas há uma armadilha: como chegar até lá? Suas únicas dicas são um mapa muito confuso e um medalhão. Será que você consegue decifrar este enigma? Enfrente os obstáculos, descubra os segredos ao longo da caminhada, e prepare-se para grandes aventuras. Este é um desafio para poucos e Alex Kidd é um deles!"

Versão Virtual Console e PSN[editar | editar código-fonte]

Em 2009, o jogo foi reeditado e disponível para download tanto para Wii quanto para Play Station 3. Nesta versões, foram incluídos:

  • Replay Mode - que permite salvar um replay do gameplay;
  • Extras - é possível ver o manual do jogo, entrar no modo Jukebox e ouvir a trilha sonora e a opção de visualizar os créditos finais;
  • Trial, possível jogar as fases pelo melhor tempo.

Referências

  1. a b Levi Buchanan (25 de Janeiro, 2008). "IGN: Alex Kidd in Miracle World" (em inglês). IGN. Consult. 18 de Novembro, 2009. 
  2. "Alex Kidd in Miracle World Release Information for Sega Master System" (em inglês). GameFAQs. Consult. 7 de maio, 2013. 
  3. "Release Information for Alex Kidd in Miracle World" (em inglês). MobyGames. Consult. 18 de Novembro, 2009. 
  4. a b "Sega Master System:Alex Kidd in Miracle World" (em inglês). Consult. 18 de Novembro, 2009. 
  5. a b "Master System: Alex Kidd in Miracle World". SEGA-BRASIL. 26 de abril de 2012. 
  6. sega-brasil.com.br/

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Sega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.