Alex Smith

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alex Smith

Alex Smith treinando com os 49ers, em 2013.
No. 11     Kansas City Chiefs
Quarterback
Informações pessoais
Data de nascimento: 7 de maio de 1984 (33 anos)
Local de nascimento: Seattle, Washington
Altura: 6 ft (Formatting error: invalid input when rounding ) Peso: 217 lb (100 kg)
Informação da carreira
Faculdade: Universidade de Utah
Draft da NFL: 2005 / Rodada: 1 / Escolha: 1
Estreou em 2005 pelo San Francisco 49ers
História da carreira
 Como jogador:
Situação atual: Ativo
Pontos altos na carreira e prêmios
  • Selecionado para o Pro Bowl (2013)
  • Jogador Ofensivo do Ano da Mountain West Conference (2004)
  • Co-MVP Ofensivo do Fiesta Bowl (2005)
  • Ed Block Courage Award (2011)
  • FedEx Air NFL Player of the Week (semana 5, 2012)
  • Jogador Ofensivo da Semana NFC (semana 8, 2012)
  • Menos interceptações em uma temporada começando 16 jogos pelos 49ers (2011)
Estatísticas de carreira na NFL até a temporada de 2016
Passes tentados     3 737
Passes completados     2 287
Percentual de acerto     61,2%
TD-INT     145-84
Jardas aéreas     25 130
QB Rating     84,7
Estatísticas no NFL.com

Alexander Douglas Smith (Seattle, 7 de maio de 1984) é um jogador de futebol americano. Atualmente joga pelo Kansas City Chiefs na National Football League. Foi a primeira escolha geral no draft de 2005, pelo San Francisco 49ers.

Jogou futebol americano universitário pela Universidade de Utah, pela qual se formou em economia e venceu o Liberty Bowl em 2003[1] e o Fiesta Bowl em 2005.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nos 49ers, Smith foi, desde sua primeira temporada, criticado pelo desempenho abaixo das expectativas para uma primeira escolha no draft, especialmente após boas temporadas de Aaron Rodgers, segundo quarterback escolhido em 2005. Para isso, contribuiu o fato de ter jogado sob seis coordenadores ofensivos e três técnicos em suas seis primeiras temporadas na liga. Em 2011, com Jim Harbaugh como técnico e Greg Roman como coordenador ofensivo, venceu a divisão oeste da NFC e foi aos playoffs pela primeira vez. Nesse ano, obteve o maior passer rating de sua carreira, 90,7, a nona marca da temporada. Com 13 vitórias, a equipe de São Francisco foi a segunda melhor da NFC da temporada regular e obteve folga na primeira rodada dos playoffs. Na segunda rodada, Smith jogou muito bem e conquistou uma virada histórica sobre o New Orleans Saints: recebendo a bola com 1min37s no relógio, fez o touchdown da vitória com apenas 9 segundos restantes, num passe de 15 jardas para o tight end Vernon Davis que ficou conhecido como The Catch III[3], em homenagem a dois outros lances históricos da franquia. Obteve 299 jardas, 3 touchdowns aéreos e 1 terrestre de 28 jardas na partida. Na disputa pelo título da NFC, os 49ers foram derrotados pelo New York Giants, eventual vencedor do Super Bowl XLVI, por um field goal na prorrogação.[4]

Em 2012, Smith vinha obtendo o ótimo rating de 104,1, o terceiro maior da liga[5] (até a Semana 14), nas nove primeiras semanas, mas sofreu uma concussão na semana 10, contra o St. Louis Rams[6], e foi substituído pelo segundo-anista Colin Kaepernick na partida seguinte. Kaepernick venceu o Chicago Bears, time cuja defesa era considerada uma das melhores da NFL, por 32 a 7 e foi controversamente nomeado titular por Jim Harbaugh e Smith não voltou mais a atuar.[7]

Em 2013, ele foi trocado e enviado para os Chiefs onde foi ser o quarterback titular da equipe de Kansas City, e liderou seu time a 11 vitórias naquele ano.[8]

Referências


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alex Smith