Alexander Sergeyevich Menshikov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alexander Sergeyevich Menshikov
Nascimento 25 de agosto de 1787
São Petersburgo
Morte 19 de abril de 1869 (81 anos)
São Petersburgo
Cidadania Império Russo
Ocupação diplomata, militar, político
Prêmios Cavaleiro da Ordem de Santo Alexandre Nevsky, Ordem da Águia Negra, Ordem de São Vladimir, 4.ª classe, Ordem de São Vladimir, 3.ª classe, Ordem de Santa Ana, 2.ª classe, Espada Dourada pela Bravura, Cavaleiro da Ordem de São Jorge, 3ª classe, Ordem de Santa Ana, 1ª classe, Ordem de Santo André, Ordem de São Vladimir, 1.ª classe
Título Fürst
Assinatura
Menshikov signature.jpg

Aleksandr Sergeyevich Menshikov (em russo: Александр Сергеевич Меншиков) (26 de agosto de 17871 de maio de 1869, todas as datas em estilo antigo) foi um militar, comandante e estadista do Império Russo, com origem numa família de alta nobreza. Foi general-adjuvante em 1817 e almirante em 1833.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Neto de Alexandre Danilovitch Menchikov, duque de Íngria, Alexander entrou ao serviço do Império Russo como attaché da embaixada em Viena em 1809. Próximo de Alexandre I, acompanhou-o nas campanhas contra Napoleão Bonaparte. Em 1817, Menchikov foi nomeado quartel-mestre general (comandante da logística do Exército) do Estado-Maior. Em 1823, foi transferido para o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, retirando-se da vida militar em 1824.

Foi depois nomeado para o Almirantado Russo e ministro pelo czar Nicolau I. Distinguiu-se no cerco de Varna[desambiguação necessária] e em 1830 foi nomeado para o Conselho de Estado. Em 1831, Menchikov ocupou o posto de governador-geral da Finlândia. Dedicou-se aos assuntos marítimos mas exerceu má influência sobre a Marinha da Rússia, atrasando os progressos técnicos e a inovação nos modos de combate.

Em 1853, Menchikov foi enviado em missão especial a Constantinopla, e quando a guerra da Crimeia deflagrou, regressou à vida militar e foi nomeado comandante chefe do exército e das forças navais. Comandou o Exército Imperial Russo na Batalha de Alma e na Batalha de Inkerman onde foi manifesta a sua incompetência para o comando militar em batalha. Em 15 de fevereiro de 1855, o czar retirou o comando a Menchikov, e substituiu-o pelo príncipe Mikhail Gortchakov. De dezembro de 1855 a abril de 1856, ocupou o posto de governador geral de Kronstadt antes de ser reformar. Morreu em São Petersburgo.

Referências


Precedido por
Arseniy Zakrevskiy
Governador-Geral da Finlândia
1831-1855
Sucedido por
Friedrich Wilhelm Rembert von Berg
Precedido por
Anton Moller
Ministro da Marinha
1836-1855
Sucedido por
Ferdinand von Wrangel