Alexandre de Vasconcelos e Sá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alexandre de Vasconcelos e Sá
Nome completo Alexandre José Botelho de Vasconcelos e Sá
Nascimento 28 de novembro de 1872
Morte 1 de outubro de 1929 (56 anos)
Ocupação Militar, médico, político

Alexandre José Botelho de Vasconcelos e Sá ComTEComAGOA (segundo a grafia da época Alexandre José de Vasconcellos e Sá) (Porto, Santo Ildefonso, 28 de Novembro de 1872 - 1 de Outubro de 1929) foi um militar (capitão-de-mar-e-guerra), médico e político português.

Filho de Fernando Alexandre Botelho de Vasconcelos e Sá (Almeida, Almeida, 1844 - Porto, São João da Foz, 1875) e de sua mulher Maria da Conceição Rodrigues Antunes e neto paterno de Alexandre José Botelho de Vasconcelos e Sá, primo-sobrinho do 1.° Barão de Albufeira e primo em segundo grau do 1.° Visconde de Silvares, e de sua mulher Maria Emília Augusta Leal.[1]

Republicano, centrista, foi responsável pelo ministério da Agricultura entre 15 de Novembro e 18 de Dezembro de 1923.[2] e um dos fundadores do Partido Centrista Republicano do também médico e político Egas Moniz, sendo Vice-Presidente da Comissão Central Organizadora do Partido.

A 11 de Março de 1919 foi feito Comendador da Ordem Militar de Avis, a 19 de Novembro de 1920 foi elevado a Grande-Oficial da mesma Ordem e a 9 de Março de 1926 foi feito Comendador da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito.[3]

Referências

  1. Henrique Manuel Salvador de Vasconcelos e Sá (Viseu, 1979). Uma Família de Castro Daire - Vasconcelos e Sá - Notas genealógicas para o seu estudo, in "Beira Alta". [S.l.: s.n.]  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  2. ISCSP
  3. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Alexandre José Botelho de Vasconcelos e Sá". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 8 de novembro de 2015