Alexei Yuryevich Smirnov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alexei Yuryevich Smirnov
Conhecido(a) por Efeito Mikheyev-Smirnov-Wolfenstein
Nascimento 16 de outubro de 1951 (67 anos)
União Soviética
Nacionalidade Rússia Russo
Alma mater Universidade Estatal de Moscou
Prêmios Prêmio Bruno Pontecorvo (2005), Prêmio Sakurai (2008), Prêmio Markov (2008), Medalha Albert Einstein (2016)
Instituições Centro Internacional de Física Teórica, Instituto Max Planck de Física Nuclear
Campo(s) Física

Alexei Yuryevich Smirnov (em russo: Алексе́й Ю́рьевич Cмирно́в; União Soviética, 16 de outubro de 1951) é um físico de neutrinos russo, um dos descobridores do efeito Mikheyev-Smirnov-Wolfenstein.

Educação[editar | editar código-fonte]

Alexei Smirnov obteve a graduação no Departamento de Física da Universidade Estatal de Moscou em 1974. Em 1977 começou a trabalhar no Instituto de Pesquisas Nucleares da Academia de Ciências da União Soviética, onde obteve o grau de Candidato de Ciências em 1979. Em 1989 obteve um doutorado em ciências físicas e matemáticas. Foi professor da Faculdade de Física da Universidade Estatal de Moscou de 1982 a 1990.[1]

Em 1992 Smirnov começou a trabalhar no Centro Internacional de Física Teórica (International Centre for Theoretical Physics - ICTP) em Trieste, Itália, como membro associado, enquanto continuou afiliado ao Instituto de Pesquisas Nucleares em Moscou. Tornou-se membro efetivo do ICTP em 1997. É desde 2015 cientista permanente do Instituto Max Planck de Física Nuclear em Heidelberg.

Referências

  1. «2008 J.J. Sakurai Prize for Theoretical Particle Physics Recipient» (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Stanley Deser e Charles Misner
Medalha Albert Einstein
2016
Sucedido por


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.