Alfredo Nascimento (Manaus)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2011)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2011).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo político brasileiro, veja Alfredo Nascimento.
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada.

Alfredo Nascimento é um bairro da Zona Norte do município brasileiro de Manaus, capital do Amazonas.[1] Embora a prefeitura da cidade não o reconheça como bairro, tem grande relevância. Na estrutura geopolítica da cidade, é parte integrante do bairro Cidade de Deus e foi tido como um dos bairros mais violentos do município de Manaus em 2011.

História[editar | editar código-fonte]

Surgiu por volta de 1998 com uma densa ocupação de terras na região, de aproximadamente 10 mil famílias. Porém, com o decorrer do tempo, várias dessas famílias deixaram a comunidade.

A comunidade só se homologou como bairro em 2000, pela gestão municipal. Conta com uma estrutura pouco razoável, com pouca infraestrutura e um sistema educacional composto por poucas escolas (as duas únicas escolas de ensino médio na localidade são a Escola Estadual Wilma Vitoriano e Escola Estadual Frei Mário Monacelle). A mobilidade urbana também é precária, possuindo apenas três linhas de ônibus que integram a comunidade ao Terminal da Cidade Nova (T3), ao Terminal do Jorge Teixeira (T4) e uma outra linha de ônibus coletivo que o integra à zona leste. No geral, é um bairro de baixa renda, sendo classificado como um dos mais violentos da cidade de Manaus.

Aproximadamente 9 522 habitantes residem no bairro.

Referências

  1. Secretaria Especial para Articulação de Políticas Públicas. Prefeitura de Manaus. Página visitada em 02/11/08.

Ver também[editar | editar código-fonte]