Aliaa Magda Elmahdy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Aliaa Magda Elmahdy (1991) é uma blogueira e ciberativista egípicia.[1]É estudante de ciência política na Universidade Americana do Cairo.[2]

Ativismo[editar | editar código-fonte]

Desafiou publicamente as convenções sociais ao publicar num blog fotografias dela mesma nua, com o título de Nude Art.[3] Definiu o ato em seu Facebook como um ato de gritos contra a violência, o racismo, o sexismo, o assédio sexual e hipocrisia.[4] O Egito sempre foi um país conservador, onde a maioria das mulheres tapa o rosto e corpo. As fotos foram postadas em 23 de outubro de 2011 no blog e posteriormente no Twitter com a hashtag #nudephotorevolutionary.

Aliaa e seu namorado e também ativista Kareem Amer, receberam uma série de ameaças de morte e até mesmo processo judicial.[5]Amer já foi acusado de dano ao Islã e passou três anos presos durante o governo Hosni Mubarak, sendo libertado no fim de 2010.[2]

Aliaa pode receber uma série de punições pela publicação de fotos de nudez em seu blog Diário de uma rebelde. A Coalizão Egípcia de Graduados em Direito Islâmico já fez uma representação contra a blogueira. Pode receber, se condenada, 80 chibatadas em praça pública ou pena de morte.[2]

Em uma nova campanha a blogueira incentivou os homens a usarem o véu e publicarem as fotos para criarem consciência sobre a hipocrisia das mulheres cobrirem suas cabeças, pois considera isso uma imposição[5][3]

Em dezembro de 2011 estimulou as mulheres a mandarem fotos suas sem o véu na cabeça para serem postadas em seu blog.[6]

Reações[editar | editar código-fonte]

No meio as eleições egípicias, Elmahdy provocou uma guerra de palavras entre Salafis (grupo mais fundamentalista) e liberais.[7]O grupo mais conservador alega que caso os liberais ganhem Elmahdy se tornará um modelo para outras egípcias e é necessário proteger o país disto.[8] As publicações já foram vistas mais de um milhão de vezes e os comentários passam de 2 mil.[9]

Mulheres israelenses publicaram também uma foto onde aparecem nuas com cartazes em apoio a blogueira em 19 de novembro de 2011. Os cartazes tinham as frases de apoio "Amor sem fronteiras e Mostre que você não tem medo.[10]

Em dezembro de 2011 uma outra blogueira chamada Luisa Batista Samora, publicou fotos para o site Naakt Frontaal em apoio a Aliaa e em protesto pela igualdade de direitos das mulheres.[11]

Foi aceito pela co-fundadora do Slut Walk Sonya JF Barnett e a comediante Shabana Rehman um projeto para posarem nuas em um calendário em apoio a Aliaa. A pedra fundamental foi lançada pela ativista de direitos humanos e jornalista Maryam Namazie, que ainda conta com apoio do filósofo Daniel Salvatore Schiffer, da blogueira Greta Christina e do colunista Joan Smith.[11]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Aliaa Magda Elmahdy, Egypt Activist, Poses Naked, Sparks Outrage». 24 de novembro de 2011. Consultado em 25 de novembro de 2011 
  2. a b c «Recibiría 80 latigazos por posar desnuda». Infobae. 27 de novembro de 2011. Consultado em 28 de novembro de 2011 
  3. a b «Mujeres en Egipto». La Razón. 26 de novembro de 2011. Consultado em 26 de novembro de 2011 
  4. «Estudante posa nua em blog e provoca indignação no Egito». Estadão. 17 de novembro de 2011. Consultado em 20 de novembro de 2011 
  5. a b GAYATHRI, Amrutha (26 de novembro de 2011). «Egypt's Nude Revolutionary, Aliaa Elmahdy, Calls for Headscarves for Men». International Business Times. Consultado em 26 de novembro de 2011 
  6. «Egyptian Nude Blogger Urges Muslim Women to Pose Without Veil». ABNA. 28 de dezembro de 2011. Consultado em 9 de janeiro de 2012 
  7. «Fotografias de activista nua dividem Egipto antes das eleições». Sol. 17 de novembro de 2011. Consultado em 20 de novembro de 2011 
  8. «Mulheres israelenses protestam nuas para defender blogueira». 22 de novembro de 2011. Consultado em 22 de novembro de 2011 
  9. Jornal do Cairo (17 de novembro de 2011). «Nude Blogger Riles Egyptians of All Stripes». New York Times. Consultado em 22 de novembro de 2011 
  10. «Mulheres israelenses tiram a roupa em apoio a blogueira egípcia». IG. 20 de novembro de 2011. Consultado em 20 de novembro de 2011 
  11. a b MEZZOFIORE, Gianluca. «Nude 'revolutionary' calendar homage to Aliaa Magda Elmahdy, the naked blogger». International Business Times. Consultado em 8 de dezembro de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]