Alice Munro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde Outubro de 2013).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Alice Munro Medalha Nobel
Nascimento 10 de julho de 1931 (86 anos)
Wingham, Condado de Huron, Ontário, Canadá
Nacionalidade canadiana
Ocupação Escritora
Influenciados
Prémios Prémio PEN/Malamud (1997)

National Book Critics Circle Award (1998)
Prémio Internacional Man Booker (2009)
Medalha do prêmio Nobel Nobel de Literatura (2013)

Magnum opus A vista de Castle Rock

Alice Ann Munro, nascida Alice Ann Laidlaw (Wingham, Condado de Huron, Ontário, 10 de julho de 1931), é uma escritora canadiana de contos, considerada uma das principais escritoras da atualidade em língua inglesa. Foi agraciada com o Prémio Nobel da Literatura em 2013.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Alice Munro nasceu em Wingham, Condado de Huron, Ontário, em julho de 1931. Viveu primeiro numa quinta a oeste dessa zona, numa época de depressão económica. Conheceu muito jovem Michael Munro, na Universidade de Western Ontario. Exercia trabalhos manuais para manter os estudos. Casaram em 1951, e instalaram-se em Vancouver. Tiveram três filhas, em 1963 mudaram-se para Victoria, onde trabalharam numa livraria. O casal divorciou-se em 1972, e Alice regressou à sua província natal, sendo escritora-residente na sua antiga universidade.

Voltou a casar-se em 1976, com Gerald Fremlin. A partir daí consolidou a carreira de escritora, que tinha iniciado jovem com crónicas (desde 1950). Munro reconheceu a influência na sua obra de grandes escritoras, como Katherine Anne Porter, Flannery O’Connor, Carson McCullers ou Eudora Welty, bem como de James Agee e especialmente William Maxwell. Os seus relatos centram-se nas relações humanas analisadas através da lente da vida quotidiana. Por isso, e pela sua qualidade, tem sido chamada "a Chekov do Canadá".

Em The View from Castle Rock, de 2006, fez um balanço da história da sua família, que emigrou para o Canadá, e descreveu as dificuldades que os seus pais tiveram.

Alice Munro foi entrevistada pela célebre The Paris Review em 1994. Foi por três vezes vencedora do prémio de ficção literária «Governor General's Literary Awards», do seu país. Em 1998 Alice Munro foi premiada pelo National Book Critics Circle Award dos Estados Unidos, pela obra O amor de uma mulher generosa. Venceu o Prémio Nobel da Literatura em 2013.[2]

Obras[3][editar | editar código-fonte]

  • Dance of the Happy Shades, 1968, contos.
  • Vidas de raparigas e mulheres - no original Lives of Girls and Women, 1971, romance (contos interligados)
  • Something I’ve Been Meaning to Tell You, 1974, contos
  • The Beggar Maid (surgiu antes como Who Do You Think You Are?), 1978, contos.
  • The Moons of Jupiter, 1982.
  • O progresso do amor - no original The Progress of Love, 1986.
  • Friend of My Youth, 1990.
  • Open Secrets, 1994.
  • O amor de uma boa mulher - no original The Love of a Good Woman, 1998.
  • Hateship, Friendship, Courtship, Loveship, Marriage, 2001.
  • Fugas - no original Runaway, 2004.
  • A vista de Castle Rock - no original The View from Castle Rock, 2006.
  • Demasiada felicidade - no original Too much happiness, 2009.
  • Amada vida - no original Dear Life, 2012.

Referências

  1. «Nobel prizes» (PDF). Nobel prize. Consultado em 10 de outubro de 2013 
  2. «The Nobel Prize in Literature 2013». 10 de outubro de 2013. Consultado em 10 de outubro de 2013 
  3. «Alice Munro». The Canadian Encyclopedia. Consultado em 10 de outubro de 2013 
  • Sheila Munro, Lives of Mothers and Daughters: Growing up with Alice Munro, Toronto, McClelland & Stewart, 2001, memórias da sua filha.
  • Robert Thacker, Alice Munro: Writing Her Lives, Douglas Gibson Books, 2005, biografia.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alice Munro


Precedido por
Mo Yan
Nobel de Literatura
2013
Sucedido por
Patrick Modiano