All I've Got to Do

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"All I've Got to Do"
Single de The Beatles
Lado B "Hold Me Tight"
Duração 02:04
Composição Lennon-McCartney
Produção George Martin

All I've Got to Do é uma canção escrita por John Lennon[1] [2] (creditada a Lennon/McCartney) e lançada pelos Beatles em seu segundo álbum no Reino Unido, With the Beatles.[3] [4]

Inspiração[editar | editar código-fonte]

Lennon disse que tentou fazer ao ao estilo Smokey Robinson novamente. O crítico de música britânico Ian MacDonald comparou a canção a "You Can Depend on Me" do the Miracles.[5] O crítico Richie Unterberger da All Music Guide disse que ela soava a Robinson e também a Arthur Alexander.[6]

É uma das três canções que John Lennon escreveu sozinho, sem McCartney, para o With the Beatles, as outras duas foram: "It Won't Be Long"[7] e "Not a Second Time."[8] Lennon disse que a escreveu especialmente para o mercado americano.

Gravação[editar | editar código-fonte]

Os Beatles gravaram a canção em uma única sessão em 11 de setembro de 1963 em 14 takes com um overdub, take 15. O take master foi o 15.[9] Ela foi mixada para mono em 30 de setembro e para estéreo em 29 de outubro.[10]

Embora Steve Turner diga que a canção foi escrita em 1961,[11] MacDonald diz que a canção nunca esteve no repertório ao vivo dos Beatles, o que explica o porquê de 8 de 14 takes estarem incompletos: a banda não estava familiarizada com a canção.[5]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Creditos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sheff, David (2000). All We Are Saying: The Last Major Interview with John Lennon and Yoko Ono (New York: St. Martin's Press). p. 193. ISBN 0-312-25464-4. 
  2. Miles, Barry (1997). Paul McCartney: Many Years From Now (New York: Henry Holt & Company). p. 148. ISBN 0-8050-5249-6. 
  3. Lewisohn, Mark (1988). The Beatles Recording Sessions (New York: Harmony Books). p. 200. ISBN 0-517-57066-1. 
  4. Cross, Craig (2005). The Beatles: Day-by-Day, Song-by-Song, Record-by-Record (Lincoln, NE: iUniverse, Inc.). p. 492. ISBN 0-595-34663-4. 
  5. a b MacDonald, Ian (2005). Revolution in the Head: The Beatles' Records and the Sixties [S.l.: s.n.] p. 97. 
  6. Unterberger, Richie. «Review of "All I've Got to Do"». All Music Guide. Consultado em 2007-03-16. 
  7. Sheff, David (2000). All We Are Saying [S.l.: s.n.] p. 170. 
  8. Sheff, David (2000). All We Are Saying [S.l.: s.n.] p. 194. 
  9. Lewisohn, Mark (1988). The Beatles Recording Sessions [S.l.: s.n.] p. 35. 
  10. Lewisohn, Mark (1988). The Beatles Recording Sessions [S.l.: s.n.] pp. 36, 37. 
  11. Turner, Steve. A Hard Day's Write: The Stories Behind Every Beatles Song (New York: Harper Paperbacks). p. 35. ISBN 0-06-084409-4. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.