All I Really Want to Do

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
All I Really Want to Do
Álbum de estúdio de Cher
Lançamento 16 de Outubro de 1965
Gravação 1964 - 1965
Gênero(s) Folk-rock, Pop, Rock
Duração 31:45
Gravadora(s) Imperial, Liberty, EMI, BGO
Cronologia de Cher
Último
Último
The Sonny Side of Chér
(1966)
Próximo
Próximo
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[1]

All I Really Want to Do é o álbum de estréia da cantora, atriz e apresentadora estadunidense Cher e foi lançado em 16 de outubro de 1965 pela Imperial Records.

O álbum foi produzido por seu marido e parceiro de dupla, Sonny Bono, com contribuições do arranjador Harold Battiste. O álbum após o seu lançamento, foi bem recebido positivamente pela crítica. O álbum foi o primeiro álbum de sucesso da carreira solo de Cher dos anos 1960, tanto no Reino Unido e os EUA.

Ao mesmo tempo em que a dupla Sonny & Cher estavam debutando sob selo Atco Records, Sony Bono arranjou um contrato para Cher com a gravadora Imperial.[2] Após o sucesso da dupla com "I Got You Babe",Sony decidiu promover a carreira solo,produzindo ele mesmo seu primeiro álbum. O álbum é o primeiro projeto solo de Cher desde os singles (que fracassaram) de 1964: "Ringo, I Love You" e "Dream Baby",lançados sob os pseudônimos Bonnie Jo Mason e Cherylin respectivamente.All I Really Want to Do,da mesma forma que o álbum debut de Sonny & Cher contém um numero substancial de covers,além de um vários estilos músicais contemporâneos,como faixas agitadas no estilo Rock e Folk,na intenção de diferenciar-se do estilo da dupla.[2]

No álbum Cher faz cover de três canções do cantor Bob Dylan: "All I Really Want to Do", "Blowin' in the Wind" e "Don't Think Twice, It's All Right".[2] ,bem como composições de Bono: "Needles and Pins",que foi um sucesso do grupo britânico "The Searches" em 1963.[2] O álbum também incluí "I Go to Sleep" de Ray Davies (que depois seria regravada e com sucesso pelo grupo The Pretenders) e o cover de "See See Rider", arranjado por Sonny Bono, Charles Greene e Robert Stone. Os outros covers são: "She Thinks I Still Care", "The Bells of Rhymney" and "Come and Stay With Me"

Durante a sessão de gravação do álbum,Cher gravou uma composição de Bono chamada: "I'm Gonna Love You",que não foi incluída no álbum,mas fez parte do single "All I Really Want to Do" e na trilha sonora do filme de Sony & Cher de 1967: "Good Times".

Em 1992 All I Really Want to Do e o segundo álbum da artista: The Sonny Side of Chér,foram relançados em apenas um CD pela gravadora EMI. Já em 1995,a EMI lançaria uma compilação chamada The Originals que incluía: All I Really Want to Do,The Sonny Side of Chér e o terceiro álbum solo da cantora Chér.Em 2005 a BGO Records relançaria o álbum junto com The Sonny Side of Chér. O álbum sozinho,com suas doze faixas nunca foi lançado individualmente.

Faixas[editar | editar código-fonte]

# Título Composição Duração
1. "All I Really Want to Do" Bob Dylan 2:56
2. "I Go to Sleep" Ray Davies 2:28
3. "Needles and Pins" Sonny Bono, Jack Nitzsche 2:26
4. "Don't Think Twice" Bob Dylan 2:25
5. "She Thinks I Still Care" Dickey Lee Lipscomb 2:15
6. "Dream Baby" Sonny Bono 2:58
7. "The Bells of Rhymney" Idris Davies, Pete Seeger 3:07
8. "Girl Don't Come" Chris Andrews 2:05
9. "See See Rider" Sonny Bono, Charles Greene, Robert Stone 2:38
10. "Come and Stay With Me" Jackie DeShannon 2:45
11. "Cry Myself to Sleep" Mike Gordon 2:18
12. "Blowin' in the Wind" Bob Dylan 3:24

Singles[editar | editar código-fonte]

  • 1. "Dream Baby"

Lançamento: sob o nome "Cherilyn" em 27 de Novembro de 1964

  • 2. "All I Really Want to Do"

Lançamento: Setembro de 1965

Charts[editar | editar código-fonte]

Chart (1965) Peak
position
UK Albums Chart[3] 7
United States Billboard 200[4] 16

Referências

  1. Tim Sendra. Allmusic Review. Página visitada em 03 de Novembro 2012.
  2. a b c d All I Really Want to Do Review. CherScholar.com. Arquivado do original em 28 June 2009. Página visitada em 2009-08-10.
  3. Brown, p. 156
  4. All I Really Want to Do (em inglês) no Allmusic


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Cher é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.