Almagreira (Pombal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Almagreira  
—  Freguesia  —
Almagreira está localizado em: Portugal Continental
Almagreira
Localização de Almagreira em Portugal
Coordenadas 39° 59' 34" N 8° 39' 44" O
País  Portugal
Concelho PBL1.png Pombal
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente Fernando Rodrigues Matias (PPD/PSD)
Área
 - Total 43,18 km²
População (2011)
 - Total 3 076
    • Densidade 71,2 hab./km²
Orago Nossa Senhora da Graça

Almagreira é uma freguesia portuguesa do concelho de Pombal e paróquia da Diocese de Coimbra, com 43,18 km² de área e 3 076 habitantes (2011). A sua densidade populacional é de 71,2 hab/km².

Constituiu o reguengo de Abitureiras até ao início do século XIX. Tinha, em 1801, 1 447 habitantes.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Almagreira [1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1 731 1 868 1 848 1 859 2 156 2 222 2 613 3 086 3 696 4 125 4 167 3 353 2 911 3 075 3 076

História[editar | editar código-fonte]

Constituiu o reguengo de Abitureiras até ao início do século XIX. Tinha, em 1801, 1.447 habitantes. Esta freguesia foi constituída civilmente a 26 de Junho de 1867, no entanto a sua instituição paroquial deve ser do início do século XVIII. Nos tempos de D. Dinis era uma terra coberta por um denso matagal, o que levou o monarca a dividir o território da actual freguesia em dez colonatos que foram entregues a cultivadores directos que passariam a ser denominados de Almagreiros. A outra ocupação dos habitantes de então era o fabrico de artefactos de madeira de pinho e de objectos de olaria, construindo as suas casas e as diversas capelas com adobes de barro. Nesta freguesia possuiu uma quinta o célebre historiador João de Barros e na capela desse lugar esculpida na verga da porta, ainda se guarda uma inscrição de 1671. Do final do mesmo século são as duas imagens que existem na igreja, representando Santo António e Santo Amaro. São de madeira, estofadas e pintadas, assentes em duas mísulas. O templo não tem altares laterais e o interior é de uma só nave, coberto de um tecto de esteira, como o da capela-mor.

Localidades[editar | editar código-fonte]

Almagreira - Assanha da Paz - Barbas Novas - Barros da Paz - Bonitos - Bouça - Canto do Mato - Carrascos - Cavada - Charneca dos Reis - Chãs - Gregórios - Gregórios de Cima - Ladeira - Lagares - Meias Vides - Netos - Paço - Penedos - Pingarelhos - Pinheiras - Pinheiras de Baixo - Pinheiro - Portela - Reguengo - Reis de Baixo - Reis de Cima - S. João da Ribeira - Sazes - Sta. Quitéria - Vale de Asna - Vale de Nabal - Vascos

Património[editar | editar código-fonte]

  • Museu Etnográfico de Almagreira

Referências

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.