Almami Moreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Moreira
Moreira
Moreira em 2008, quando era jogador do Partizan.
Informações pessoais
Nome completo Almami Samori da Silva Moreira
Data de nasc. 16 de junho de 1978 (41 anos)
Local de nasc. Bissau, Guiné-Bissau
Altura 1,67 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Meia-atacante
Clubes de juventude
1991–1994
1994–1997
Portugal Sacavenense
Portugal Boavista
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1997–2001
1997–1998
1998–1999
2001–2006
2004–2005
2006
2007
2007–2011
2011
2012
2013
2014
Portugal Boavista
Portugal Gondomar (emp.)
Portugal Gil Vicente (emp.)
Bélgica Standard de Liège
Alemanha Hamburgo (emp.)
Rússia Dínamo de Moscou
Portugal Desportivo das Aves
Sérvia Partizan
China Dalian Aerbin
Sérvia Vojvodina
Espanha Salamanca
Portugal Atlético Clube
17 (1)
24 (13)
33 (9)
114 (18)
22 (3)
1 (0)
8 (3)
88 (23)
22 (4)
22 (1)
15 (4)
11 (3)
Seleção nacional3
1998–1999
2002
2010–2011
Portugal Portugal Sub-21
Flag of Portugal.svg Portugal B
Flag of Guinea-Bissau.svg Guiné-Bissau
12 (5)
2 (0)
6 (0)



3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 3 de Outubro de 2017.

Almami Samori da Silva Moreira (Bissau, 16 de junho de 1978), conhecido apenas por Moreira, é um ex-futebolista guineense que atuava como meia-atacante[1] Possui também cidadania portuguesa.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Profissionalizou-se no Boavista em 1997, após 3 anos jogando na base. Entre 1997 e 1999, foi emprestado a Gondomar e Gil Vicente. Reintegrado ao elenco principal dos Axadrezados, jogou 17 partidas e fez um gol na temporada 1999-00. Não atuou em nenhum jogo no Campeonato Português de 2000-01, vencido pelo Boavista,[2] assinando com o Standard de Liège,[3] onde teve destaque - disputou 114 jogos e balançou as redes 18 vezes. Durante o período, foi emprestado novamente, desta vez ao tradicional Hamburgo; no clube alemão, disputou 22 jogos e fez 3 gols.

Em 2006, foi para o Dínamo de Moscou, atuando em um único jogo, antes de voltar a Portugal para defender o Desportivo das Aves em 2007.[4] Embora tivesse feito 3 gols em 8 partidas, não evitou o rebaixamento do clube de Santo Tirso à segunda divisão na temporada seguinte. Sua melhor fase foi no Partizan, onde foi tetracampeão do Campeonato Sérvio e tri da Copa nacional.

Defendeu também Dalian Aerbin (foi campeão chinês em 2011), Vojvodina, Salamanca e Atlético Clube, onde encerrou a carreira em 2013 e foi nomeado diretor-esportivo do clube, porém voltou aos gramados no ano seguinte após um pedido do treinador Neca.[5] Acumulando as 2 funções, Moreira jogou 11 partidas e fez 4 gols, se aposentando em definitivo ao final da temporada, aos 35 anos.

Carreira internacional[editar | editar código-fonte]

Moreira, que representou a Seleção Sub-21 portuguesa entre 1998 e 1999, decidiu jogar pela Guiné-Bissau, estreando pelos Djurtus em outubro de 2010. No total, o meia-atacante disputou 6 jogos e não fez nenhum gol.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Perfil de Almami Moreira». Ogol.com.br. Consultado em 31 de março de 2019 
  2. Cruz Martins, André (19 de setembro de 2018). «Moreira: "Foi uma maldade não me darem a oportunidade de jogar um único minuto na época do Boavista campeão"». Para Eles. Consultado em 21 de novembro de 2018 
  3. «European preview: Portugal». BBC Sport. 15 de agosto de 2001. Consultado em 8 de agosto de 2014 
  4. Frias, Rui (20 de maio de 2007). «As relações de forças que vão decidir a Liga». Diário de Notícias. Consultado em 21 de novembro de 2018 
  5. «Almani Moreira troca gabinete pelo relvado». Record. 31 de dezembro de 2013. Consultado em 4 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 4 de janeiro de 2014 
Bandeira de Guiné-BissauSoccer icon Este artigo sobre futebolistas guineenses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.