Aloândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Aloândia
Bandeira de Aloândia
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Aniversário 17 de junho
Fundação 17 de junho de 1953 (66 anos)
Gentílico aloandense
Prefeito(a) Sinomar José do Carmo (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Aloândia
Localização de Aloândia em Goiás
Aloândia está localizado em: Brasil
Aloândia
Localização de Aloândia no Brasil
17° 43' 40" S 49° 28' 48" O17° 43' 40" S 49° 28' 48" O
Unidade federativa Goiás
Mesorregião Sul Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Meia Ponte IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Joviânia, Morrinhos, Pontalina, Goiatuba
Distância até a capital 150 km km
Características geográficas
Área 102,160 km² [2]
População 2 071 hab. IBGE/2017[3]
Densidade 20,27 hab./km²
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,697 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 16 116,908 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 598,73 IBGE/2008[5]

Aloândia é um município brasileiro do interior do estado de Goiás, Região Centro-Oeste do país. Sua população estimada em 2017 era de 2 071 habitantes, de acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Aloândia tem com principal atração turistica, a cachoeira do itambé, sua principal fonte de renda é a agricultura.

Sua área é de 102,16 km² representando 0.03% do Estado, 0.0064% da Região e 0.0012% de todo o território brasileiro. Seu IDH é de 0.743 segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000).

Política[editar | editar código-fonte]

Em 2013, o prefeito Sinomar José do Carmo (PMDB) foi preso durante o exercício do mandato, na Operação Tarja Preta, acusado de pertencer a uma quadrilha que superfaturava a compra de remédios do município.[6]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Estimativa populacional 2017» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 30 de agosto de 2017. Consultado em 2 de setembro de 2017 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  6. Borges, Fernanda (15 de outubro de 2013). «Presos 12 prefeitos suspeitos de fraudar licitação de remédios em GO». g1.com. Consultado em 10 de abril de 2016 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.