Alondra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alondra
Alondra (PT)
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 22 min.
Criador(es) Yolanda Vargas Dulché
País de origem México
Idioma original espanhol
Produção
Diretor(es) Miguel Córcega
Mónica Miguel
Produtor(es) Carla Estrada
Elenco Ana Colchero
Ernesto Laguardia
Gonzalo Vega
Verónica Merchant
Fernando Colunga
Beatriz Sheridan
Juan Manuel Bernal
Eric del Castillo
Olivia Bucio
Marga López
Jorge Martínez de Hoyos
Beatriz Aguirre
Héctor Gómez
Silvia Mariscal
Diana Bracho
ver mais
Tema de abertura “Alondra”, por José Pablo Gamba
Tema de encerramento “Alondra”, por José Pablo Gamba
Empresa(s) produtora(s) Televisa
Exibição
Emissora original Canal de las Estrellas
Transmissão original 23 de janeiro de 1995 - 1 de setembro de 1995
Temporadas 1
Episódios 160

Alondra é uma telenovela mexicana produzida por Carla Estrada para a Televisa, e exibida pelo Canal de las Estrellas entre 23 de janeiro e 1 de setembro de 1995. Foi escrita por Yolanda Vargas Dulché para a revista Lágrimas y Risas. Por razões comerciais, a empresa pediu que Yolanda mudasse o nome inicialmente de "Casandra" para "Alondra".

Foi protagonizada por Ana Colchero, Ernesto Laguardia e Gonzalo Vega, antagonizada por Beatriz Sheridan e Juan Manuel Bernal, com a participação estelar de Verónica Merchant, Fernando Colunga, Olivia Bucio e os primeiros atores Eric del Castillo, Marga López, Jorge Martínez de Hoyos, Beatriz Aguirre e Diana Bracho.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Telenovelas da Televisa

Enredo[editar | editar código-fonte]

Após a morte da mãe de Alondra (Ana Colchero), Verónica (Jacqueline Andere), o pai dela Baldomero (Eric del Castillo), que se sente triste e solitário, traz sua irmã Loreta (Beatriz Sheridan) e seus dois filhos, Maria Elisa (Verónica Merchant) e Rigoberto (Juan Manuel Bernal) para viver em sua casa, esperando que Loreta irá ser uma mãe para Alondra, mas ele está enganado. Loreta odeia sua sobrinha Alondra, pois ela lembra a mãe fisicamente, que era uma atriz e quem Baldomero amava profundamente, mas sua família nunca aceitou.

Os anos passam e Alondra cresce se tornando uma bonita jovem, menina rebelde, com idéias muito independentes e progressistas para a época. Sua constante luta com Loreta continuar, mas agora ela aprendeu a lutar para se defender.

Entretanto, Baldomero gasta a maior parte do tempo em seu rancho, e nos braços de seu novo amor Carmelina (Olivia Bucio), desconhece o que está acontecendo em sua casa. Loreta vive não só para fazer da vida de Alondra um verdadeiro inferno, mas também a vida de sua própria filha Maria Elisa, uma moça tímida e fraca.

Ela tenta obrigá-la a casar com um velho homem rico, enquanto que Maria Elisa está apaixonada pelo jovem oficial Raul (Fernando Colunga). Para piorar as coisas, Loretta tem ainda seu filho o mal e ambicioso Rigoberto, que foi expulso de um seminário e volta para casa, também para torturar Alondra e Maria Elisa.

Alondra é consolada por sua amiga Leticia del Bosque (Marga López). Leticia influência e aconselha Alondra, ela sugere que Alondra vai até a fazenda e diga tudo para seu pai Baldomero. Leticia envia um comboio para que Aondra vá ao encontro de seu pai, nesta mesma viagem ela encontra o advogado Bruno Leblanc (Gonzalo Vega), que vai visitar um amigo no campo. Alondra e Bruno se conhecem quando ele a salva de um afogamento, em seguida passam uma noite de paixão, mas quando Alondra descobre que ele é casado e tem dois filhos ela foge sem dizer nada.

Quando chega a fazenda do seu pai, ela descobre que este vai se casar e ter uma criança com Carmelina. Sentindo-se um pouco desnorteada na vida de seu pai, então volta a sua aldeia para procurar refúgio na casa de Letícia del Bosque. Bruno decide busca-la para que possam fugir e viver seu amor, e concordam em reunir-se na estação de trem.

Bruno está à espera de Alondra, já que ela o deixa esperando muito tempo, porque sua prima Maria Elisa tentou cometer suicídio, ao descobrir que está grávida do jovem soldado Raul, eles tinham um romance em segredo, porque a mãe dela tentou casar ela com um rico homem velho. Cansadas de Loreta, as duas juntam suas coisas e vão para a capital, onde alugam um quarto de Don Alfredito (Jorge Martínez de Hoyos) e sua esposa Dona Rosita (Beatriz Aguirre), que vão ajudá-las e assumi-las como as suas filhas.

Na capital Alondra abre uma floricultura, lá ela conhece Carlos Tamez (Ernesto Laguardia), um jovem arquiteto que, com paciência e compreensão irá ganhar o coração de Alondra. Eles ser casam e depois de um tempo decidem ir para a Espanha, nesta viagem, Alondra encontrou-se novamente com Bruno, e as situações difíceis que ela vai enfrentar, enquanto está Espanha, a empurraram para reviver o seu romance com Bruno, que tem uma filha. Alondra encontra-se numa encruzilhada, deve escolher entre o amor pasional que ela sente por Bruno, ou o amor tranquilo de Carlos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Ana Colchero Alondra Díaz del Real
Ernesto Laguardia Carlos Támez
Gonzalo Vega Bruno Leblanc
Beatriz Sheridan Loreta Díaz viúva de Escobar (Dona Loreta)
Verónica Merchant María Elisa Escobar Díaz
Juan Manuel Bernal Rigoberto Escobar
Fernando Colunga Tte. Raúl Gutiérrez
Eric del Castillo Baldomero Díaz
Olivia Bucio Carmelina Hernández de Díaz
Jorge Martínez de Hoyos Alfredito
Beatriz Aguirre Rosita
Katie Barberi Rebecca Montes de Oca
Héctor Gómez Sacerdote Gervacio
Amparo Arozamena Matilde "Maty" Ruiz
Marga López Leticia del Bosque
Emoé de la Parra Cristina Leblanc
Silvia Mariscal Mercedes viúva de Támez
Gustavo Ganem Ramiro Estrada
Joel Núñez Germán Aguirre
Blanca Torres Barbarita
Queta Carrasco Rosario
Dina de Marco Trini Gómez
Ernesto Godoy Robertito Hurtado
Queta Lavat Concepción Hurtado
Justo Martínez Jorge
Aurora Molina Rita
Monika Sánchez Enriqueta
Guillermo Murray Lic. Pelegrín Casasola
Bertín Osborne Capitão Andrés Kloszt
Angelina Peláez Librada Perez Aguayo
Tina Romero Cecilia
Anahí Margarita Leblanc
Omar Gutiérrez Javier Leblanc
Rodolfo Vélez Pablo Miranda
Bertha Moss Sofía Lascurain
Jorge Alberto Bolaños Miguel
Gabriela Murray Antonieta "Teta" Gómez
Catalina López Carlotta "Tota" Gómez
Roxana Ramos Berthita "Tita" Gómez
Mauricio Achar Jesús "Chucho" Aguirre
Consuelo Duval Blanqita de Aguirre
Irene Arcila Jovita
Nerina Ferrer Gloria de Casasola
Sergio Klainer Lic. Gonzalo Rios
Alejandro Villeli Jacinto Alatorre

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Jacqueline Andere Verónica Real de Díaz
Diana Bracho Alondra (voz)
Yuliana Peniche Alondra (criança)
Valentina García María Elisa Escobar Díaz (criança)
Isaac Edid Rigoberto Escobar Díaz (criança)
Teo Tapia Lic. Ortigoza
Lourdes Deschamps Celia
José Antonio Barón Mario
Luis Couturier Notario de Leticia
Maritza Aldana María
Alfredo Alfonso Leopoldo
Dulcina Carballo Rufina
Gustavo del Castillo Pedro
Rafael de Quevedo Ordóñez
José Antonio Ferral El "Tejón"
Arturo Guízar Joaquín
Lucía Irurita Eduviges
Rodolfo Lago Francisco
Willebaldo López Det. Martínez
Arturo Lorca Pancho
Ximena Sariñana Pilarica
Juan Antonio Llanes Tolemán
Carlos Osiris Mireles
Benjamín Pineda José
Soledad Ruiz Genoveva
Víctor Zeuz Daniel
Martín Rojas Marcos
Fabiola Stevenson Lucía
Sebastián Garza Rolando Acuña
Arturo Paulet Octavio Bertolini
Luis Robles Celestino
Guillermo Aguilar Luis
Genoveva Pérez Petra
Alberto Larrázabal Ramón Hanhausen
Zoila Quiñones Florista na praça
Julio Monterde Médico
Luis Bayardo Sacerdote
Dulce María Menina na igreja

Produção[editar | editar código-fonte]

  • Argumento original e adaptação - Yolanda Vargas Dulché
  • Edição literária - Martha Carrillo, Roberto Hernández Vázquez
  • Escenografía - Ricardo Navarrete
  • Ambientação - Max Arroyo, Patricia de Vincenzo
  • Design de vestuário - Lorena Pérez, Silvia Terán
  • Design de imagem - Mike Salas, Francisco Iglesias
  • Diretor de arte - Juan José Urbini
  • Tema musical - Alondra
  • Intérprete de canção do tema - José Pablo Gamba
  • Música e produção - Jorge Avendaño
  • Musicalização - Jesús Blanco
  • Edição - Antonio Trejo, Juan José Franco
  • Chefe de produção - Guillermo Gutiérrez
  • Gerente de produção - Diana Aranda
  • Produtor associado - Arturo Lorca
  • Diretora de câmeras em locações - Isabel Basurto
  • Diretora de cenas externas - Mónica Miguel
  • Diretor de câmeras - Alejandro Frutos
  • Diretor de cena - Miguel Córcega
  • Produtora executiva - Carla Estrada

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Em 23 de janeiro de 1995, segunda-feira, o Canal de las Estrellas começou a exibir Alondra na faixa das 22 horas substituindo El vuelo del águila. Seu último capítulo foi ao ar em uma sexta-feira, 1 de setembro de 1995, tendo Acapulco, cuerpo y alma como substituta no horário.

Foi exibida em Portugal no ano de 1997 pela RTP1.

Foi reprida pelo canal TLNovelas entre 20 de maio de 2002 e 6 de setembro de 2002, substituindo a reprise de Vivo por Elena.

Exibição Internacional[editar | editar código-fonte]

América
Europa, Ásia & Oceânia

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Nomeações Resultado
1996 Prêmios TVyNovelas 1996 Melhor Ator Protagonista Ernesto Laguardia Indicado
Gonzalo Vega Indicado
Melhor Primeiro Ator Eric del Castillo Indicado
Melhor Atriz Coadjuvante Verónica Merchant Venceu
Melhor Atriz Jovem Anahí Indicada
Melhor História ou Adaptação Yolanda Vargas Dulché Venceu
Melhor Figurino Silvia Terán e Lorena Pérez Venceu
Prêmios ACE de Nova York[1] Melhor Telenovela Venceu
Melhor Ator Gonzalo Vega Venceu
Melhor Direção Miguel Córcega e Mónica Miguel Venceu

Referências

  1. «El Tiempo (ENTREGADOS LOS PREMIOS ACE EN NUEVA YORK)». Consultado em 9 de junio de 2016. Cópia arquivada em |arquivourl= requer |arquivodata= (ajuda) 🔗  Parâmetro desconhecido |fechaarchivo= ignorado (|arquivodata=) sugerido (ajuda); Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]