Alphonse Gratry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alphonse Gratry
Nome nativo Joseph Gratry
Nascimento 30 de março de 1805
Lille
Morte 7 de fevereiro de 1872 (66 anos)
Montreux
Sepultamento Cemitério do Montparnasse
Cidadania França
Alma mater Escola Politécnica
Ocupação escritor, teólogo, presbítero
Prêmios Cavaleiro da Legião de Honra
Empregador Universidade de Paris
Religião Igreja Católica
Causa da morte cancro da laringe
Assinatura
Signature d'Auguste Joseph Alphonse Gratry.jpg

Alphonse Gratry (Lille, 30 de março de 1805Montreux (Suíça), 7 de fevereiro de 1872) foi um filósofo francês do século XIX.

Foi professor de Teologia Moral na Sorbonne e membro da Academia Francesa (1867), participou na fundação do Oratório da Imaculada Conceição. Combateu o panteísmo e o idealismo alemão (em especial Hegel), defendendo em alternativa um espiritualismo católico baseado num método indutivo.

Bibliografia ativa[editar | editar código-fonte]

  • De la connaissance de Dieu, opondo-se ao positivismo (1855)
  • La Logique (1856)
  • Les Sources, conseils pour la conduite de l'esprit (1861-1862)
  • La Philosophie du credo (1861)
  • Commentaire sur l'évangile de Saint Matthieu (1863)
  • Jésus-Christ: réponse à M. Renan (1864)
  • Les Sophistes et la critique (em controvérsia com E Vacherot) (1864)
  • La Morale et la loi de l'histoire, setting forth his social views (1868)
  • Mgr. l'évêque d'Orléans et Mgr. l'archevêque de Malines (1869), expõe argumentos históricos contra a infabilidade papal
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alphonse Gratry