Altineu Cortes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Altineu Cortes
Deputado Federal pelo Rio de Janeiro
Período 1º de fevereiro de 2015
até a atualidade
Deputado Estadual do Rio de Janeiro
Período 1º de janeiro de 2003
até 1º de janeiro de 2015
Secretário da Infância e da Juventude do Rio de Janeiro
Período 1º de janeiro de 2005
até 31 de dezembro de 2005
Dados pessoais
Nome completo Altineu Cortes Coutinho
Nacionalidade brasileiro
Partido PR
Profissão Político
Website http://altineu.com.br/

Altineu Cortes Freitas Coutinho (Niterói, 13 de setembro de 1968) é um político brasileiro, filiado ao Partido da República (PR).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 2002 foi eleito deputado estadual do Rio de Janeiro com 59.041 votos, pelo PMDB,[1] sendo reeleito em 2006. Mudou para o Partido dos Trabalhadores para, nas eleições de 2008 ser candidato à prefeitura de São Gonçalo, mas, com 18,84 por cento dos votos válidos, foi derrotado no primeiro turno por Aparecida Panisset, ocupando o terceiro lugar na disputa.[2] No ano de 2010, reelegeu-se à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) com 35.176 votos, agora pelo PR.[3]Em 2012 mudou seu domicílio eleitoral para Itaboraí para disputar a prefeitura da cidade, mas acabou em segundo, com 40,82 por cento dos votos válidos. Nas eleições de 2014 foi eleito deputado federal com 40.593 votos.[4]

Como deputado federal, votou a favor da admissibilidade do processo de impeachment de Dilma Rousseff.[5] Já durante o Governo Michel Temer, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos.[5] Em abril de 2017 foi favorável à Reforma Trabalhista.[5][6] Em agosto de 2017 votou contra o processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente Michel Temer, ajudando a arquivar a denúncia do Ministério Público Federal.[5][7] Em 2 de agosto de 2017, votou a favor da rejeição da segunda denúncia contra o presidente Temer.[8]

Referências

  1. «UOL - Eleições 2002 - Apuração - Rio de Janeiro»  Texto "https://eleicoes.uol.com.br/2002/resultados/1turno/RJestadual.jhtm " ignorado (ajuda);
  2. «UOL - Eleições 2008 - Apuração - São Gonçalo». Consultado em 6 de outubro de 2010 
  3. «UOL - Eleições 2010 - Apuração - Rio de Janeiro». Consultado em 6 de outubro de 2010 
  4. «UOL - Eleições 2014 - Apuração - Rio de Janeiro». Consultado em 15 de julho de 2015 
  5. a b c d G1 (2 de agosto de 2017). «Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer». Consultado em 11 de outubro de 2017 
  6. Redação (27 de abril de 2017). «Reforma trabalhista: como votaram os deputados». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  7. Carta Capital (3 de agosto de 2017). «Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  8. Altineu Côrtes - votou Sim. UOL, 02/08/2017

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Altineu Cortes