Alvin L

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alvin L
Informação geral
Nome completo Arnaldo Jose Lima Santos
Nascimento 1 de abril de 1959 (63 anos)
Local de nascimento Salvador, BA
 Brasil
Ocupação(ões) Cantor e compositor

Alvin L, nome artístico de Arnaldo Jose Lima Santos[1][2] (Salvador, 1 de abril de 1959), é um músico e compositor brasileiro.

Suas mais de 200 composições publicadas foram gravadas por artistas que vão de Milton Nascimento à Sandy & Junior.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Alvin nasceu em Salvador, mas foi registrado no Rio de Janeiro.[3] Guitarrista e compositor, começou no final dos anos 70 com o grupo punk Vândalos. Mais tarde formou os Rapazes de Vida Fácil, mais influenciado pelo new wave, que chegou a lançar um compacto em 1982 pela PolyGram e teve sua música de maior sucesso “Adriana Na Piscina”.[2] Também flertou com o experimentalismo com a banda Brasil Palace.

Em seguida foi o compositor principal dos Sex Beatles, formanda em 1990,[2] que lançou dois discos, "Automobília" e "Mondo Passionale", nos anos de 1990.[4] O grupo trazia, além dele, na guitarra, a vocalista Cris Braun, o guitarrista Ivan Mariz, o baixista Vicente Tardin e o baterista Marcelo Martins. Dado Villa-Lobos, na época ainda integrando a Legião Urbana, chegou a tocar com os Sex Beatles, mas, para não ferir cláusulas contratuais, não mostrava o rosto e chegou a usar um pseudônimo quando tocou com a banda em apenas um show, no Circo Voador.[2]

Durante todo o tempo, Alvin destacou-se como compositor, sendo gravado por outros intérpretes, principalmente Marina Lima[5] ("Eu Não Sei Dançar",[4][2][6] "Stromboli", "Deve Ser Assim", "Na Minha Mão" e outros), Capital Inicial ("Natasha", "Mickey Mouse em Moscou", "Todos os Lados", "Eu Vou Estar", "Tudo que Vai" e outros[2][6]), Leila Pinheiro (que registrou três músicas suas em "Na Ponta da Língua"), e ainda Belô Velloso ("Menos Carnaval"), Toni Platão ("Tudo que Vai") e Ana Carolina ("Perder Tempo com Você").

Seu primeiro disco solo, "Alvin", saiu em 1997[6] pela BMG e a produção de Liminha,[2][7] com regravações e inéditas.[4][8]

Em 2020, lança seu primeiro livro, o suspense “O Veneno dos Pequenos Detalhes”.[6]

Em 2021, participa cantando na música "Kilimanjaro", do EP "Motim" de Marina Lima.[9]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Notas e Referências

  1. «Sob encomenda: Alvin L fala sobre suas composições». Portal SUCESSO!. Consultado em 19 de novembro de 2015. Arquivado do original em 20 de novembro de 2015 
  2. a b c d e f g CEL (29 de setembro de 2021). «O paradoxo Alvin L». Célula POP. Consultado em 27 de abril de 2022 
  3. Schmidt, Bernardo (25 de outubro de 2010). «O Patativa: Entrevista com ALVIN L - Parte 1». O Patativa. Consultado em 27 de abril de 2022 
  4. a b c «Folha de S.Paulo - Disco: Alvin L., 35, chega ao trabalho solo - 22/08/97». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 27 de abril de 2022 
  5. «Marina Lima canta com Mano Brown em EP no qual reforça parceria com Alvin L». G1. Consultado em 27 de abril de 2022 
  6. a b c d «Entrevista: Alvin L lança seu primeiro livro, "O Veneno dos Pequenos Detalhes" – SCREAM & YELL». Consultado em 27 de abril de 2022 
  7. «Alvin». Liminha. Consultado em 27 de abril de 2022 
  8. «Biografia no Cravo Albin». dicionariompb.com.br. Consultado em 19 de dezembro de 2012 
  9. «Com "horror a Bolsonaro", Marina Lima lança EP e deseja deixar SP - CartaCapital». www.cartacapital.com.br. Consultado em 27 de abril de 2022