Amade Cajar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Amade Cajar
Nascimento 21 de janeiro de 1898
Tabriz
Morte 21 de fevereiro de 1930 (32 anos)
Neuilly-sur-Seine
Sepultamento Karbala
Cidadania Irã
Progenitores Pai:Mohammad Ali Shah Qajar
Ocupação político
Prêmios Cavaleiro da Ordem de Santo Alexandre Nevsky, Ordem de Santa Ana, 1ª classe, Ordem da Águia Branca, Ordem de Santo Estanislau, 1ª classe, Ordem de Santo André
Religião Islã, Xiismo
Assinatura
Ahmad Shah stamp.jpg

Amade Xá Cajar (em persa: احمد شاه قاجار‎‎) foi o da Pérsia (atual Irã) entre 16 de julho de 1909 e 31 de outubro de 1925, e o último da dinastia Cajar, nasceu em 1898 e morreu em 1930, sendo deposto por Reza Pálavi em 1925, logo após ser deposto foi exilado primeiramente na Turquia, mas depois se exilou em Paris na França, onde morreu em 1930.[1]

Reinado[editar | editar código-fonte]

Amade Xá aderiu ao Trono do Pavão em 16 de julho de 1909, após a derrubada de seu pai e antecessor, Maomé Ali Xá Cajar, que havia tentado reverter as restrições constitucionais anteriores sobre o poder real, e assim enfureceu a maioria dos Persas.

Referências