Amanda Borden

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amanda Borden
Informações pessoais
Nome completo Amanda Kathleen Borden
Apelido Pepsodent
Modalidade Ginástica artística feminina
Especialidade barras assimétricas e solo
Representante Estados Unidos
Nascimento 10 de maio de 1977 (40 anos)
Cincinnati, Ohio
Nacionalidade Estados Unidos norte-americana
Nível sênior
Treinador Mary Lee Tracy
Clube Cincinnati Gymnastics Academy
Período em atividade 1990 - 1998

Amanda Borden (Cincinnati, 10 de maio de 1977) é uma ex-ginasta norte-americana que competiu em provas de ginástica artística.

Amanda fez parte da equipe norte-americana que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, sendo então membro das chamadas Sete Magníficas.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Amanda iniciou no desporto aos sete anos de idade,- inspirada na bielorussa Svetlana Boginskaya, treinando em um clube local, sob cuidados de Mary Lee Tracy.[1] Em 1990, aos treze anos, competiu no Crystal Classic, sendo medalhista de ouro no concurso geral.[2] Dois anos depois, disputou o Campeonato Nacional Americano, sendo quinta colocada no geral.[2] No Pré-Olímpico, foi oitava colocada no individual geral.[2]

Em 1994, no Nacional Americano, fora medalhista de bronze no evento geral, no solo e nas barras assimétricas.[2] No compromisso seguinte, competiu no Mundial de Dortmund/Brisbane. Nele, foi vice-campeã na prova coletiva,- superada pela equipe romena, e oitava colocada nas paralelas assimétricas.[3] No ano posterior, participou dos Jogos Pan-americanos de Mar del Plata, sendo campeã na prova coletiva e na trave; e medalhista de prata no geral e no solo, em ambas provas superada pela compatriota Shannon Miller.[4]

Em 1996, em sua primeira aparição olímpica, como membro das Sete Magníficas nos Jogos Olímpicos de Atlanta, Amanda ao lado de Shannon Miller, Amy Chow, Dominique Dawes, Dominique Moceanu, Jaycie Phelps e Kerri Strug, conquistou a medalha de ouro na prova coletiva, superando equipe russa e romena, prata e bronze, respectivamente.[5] Dois anos depois, competiu no Reese's International, sendo vice-campeã na prova geral.[2]

Após a realização do evento, Amanda anunciou oficialmente sua aposentadoria do desporto.[2] Em 2004, abriu seu próprio ginásio de treinamento, o Gold Medal Gymnastics Academy.[6] Em maio de 2006, casou-se com Brad Cochran, também treinador. Após, fora inserida no US Gymnastics Hall of Fame. Em 2007, deu à luz seu primeiro filho, Kennedy Faith.[7]

Principais resultados[editar | editar código-fonte]

Ano Evento AA Equipe Salto sobre o cavalo Trave Barras assimétricas Solo
1990 Crystal Classic Medalha de ouro
1992 Campeonato Nacional Americano
Pré-Olímpico
1994 Campeonato Nacional Americano Medalha de bronze Medalha de bronze Medalha de bronze
Campeonato Mundial de Ginástica Artística Medalha de prata
1995 Jogos Pan-americanos Medalha de prata Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de prata
1996 Pré-Olímpico
Jogos Olímpicos Medalha de ouro
1998 Reese's International Medalha de prata

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Amanda Borden (USA)» (em inglês). AmandaBorden. Consultado em 25 de janeiro de 2010 
  2. a b c d e f «Amanda Borden - Results» (em inglês). GymnForum. Consultado em 24 de janeiro de 2010 
  3. «World Championships 1994 - Dortmund > Team Final» (em inglês). Gymnastics Results. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  4. «Pan American Games 1995 - Mar del Plata > WAG» (em inglês). Sports123. Consultado em 22 de janeiro de 2010 
  5. «Olympic Games 1996 - Atlanta > Women's Final» (em inglês). Gymnastics Results. Consultado em 15 de janeiro de 2010 
  6. «BORDEN, Amanda» (em inglês). US Gymnastics Hall of Fame. Consultado em 25 de janeiro de 2010 
  7. «Amanda Borden welcomes daughter Kennedy Faith» (em inglês). The Insider. Consultado em 25 de janeiro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]