Zona econômica exclusiva do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Amazônia Azul)
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a estatal brasileira, veja Amazônia Azul Tecnologias de Defesa.
Atual Zona Econômica Exclusiva do Brasil.
Amplação defendida à ZEE brasileira.

A Amazônia Azul ou território marítimo brasileiro é a zona econômica exclusiva (ZEE) do Brasil, cuja área corresponde a aproximadamente 3,6 milhões de quilômetros quadrados - equivalente à superfície da floresta Amazônica. A área poderá ser ampliada para 4,4 milhões de quilômetros quadrados em face da reivindicação brasileira perante a Comissão de Limites das Nações Unidas. É proposto prolongar a plataforma continental do Brasil em 900 mil quilômetros quadrados de solo e subsolo marinhos, que o país poderá explorar.[1] Com o prolongamento, a zona passará a ser mais contígua, incluindo as áreas dos arquipélagos brasileiros no Atlântico Sul. A região com a maior Amazônia Azul é o Nordeste, devido a existência de várias ilhas que se encontram bem espaçadas uma das outras em zona marinha contígua (a ilha da Trindade está excessivamente distante da costa para o mesmo ocorrer).

Esta região possui muitas riquezas e potencial de uso econômico de diversos tipos:

História[editar | editar código-fonte]

Com a entrada em vigor da Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar (CNUD) em 1995, e de acordo com as suas disposições, pelas quais rochedos sem ocupação humana permanente não dão direito ao estabelecimento de uma Zona Econômica Exclusiva, visando explorar, conservar e gerir os recursos da região, o Brasil - que já ocupava o arquipélago de Trindade e Martim Vaz, passou a ocupar também o arquipélago de São Pedro e São Paulo. Esta decisão elevou-os à condição de arquipélago, permitindo ao país ampliar a sua ZEE em 450 mil quilômetros quadrados, uma superfície equivalente ao estado brasileiro da Bahia.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Gonçalves, J. B. - Direitos Brasileiros de Zona Econômica Exclusiva...
  2. Ilhas do Brasil: O Brasil além das 200 milhas. O Globo, 12 de outubro de 2008, p. 59.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]