Amer ibne Hixame

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Amer ibne Hixame,[1][2] Hixeme[3] ou Híxem[4] (em árabe: عمرو بن هشام; romaniz.: Amr ibn Hisham; m. 17 de março de 624), foi um dos líderes pagãos politeístas coraixitas de Meca conhecido por sua hostilidade contra o profeta islâmico Maomé e contra os primeiros muçulmanos em Meca. Também é mencionado como Abu Jal pelos muçulmanos, os quais costumam recordar-se dele como um mau exemplo. Foi morto pelos irmãos Muauaz ibne Amer e Muaaz ibne Amer, durante a Batalha de Badr.

Referências

  1. Azevedo 1939, p. 124-125.
  2. Franca 1994, p. 105.
  3. Domingues 1997, p. 170.
  4. Alves 2014, p. 564.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Alves, Adalberto (2014). Dicionário de Arabismos da Língua Portuguesa. Lisboa: Leya. ISBN 9722721798 
  • Azevedo, Luís Gonzaga (1939). História de Portugal Vol. 2. Lisboa: Edições Bíblion 
  • Domingues, José D. García (1997). Portugal e o Al-Andalus. Lisboa: Hugin. ISBN 9728310471 
  • Franca, Rubem (1994). Arabismos: uma mini-enciclopédia do mundo árabe. Pernambuco: Fundação de Cultura Cidade do Recife