Amizade Colorida (minissérie)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Amizade colorida (desambiguação).
Amizade colorida
Informação geral
Formato Minissérie
Gênero Comédia
Criador(es) Armando Costa
Bráulio Pedroso
Domingos de Oliveira
Lenita Plonckzynska
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Exibição
Transmissão original 20 de abril - 29 de junho de 1981
N.º de episódios 11
Cronologia
Malu Mulher

Amizade Colorida é uma série de televisão brasileira produzida e exibida pela Rede Globo entre 20 de abril e 29 de junho de 1981, em 11 episódios.[1]

Foi escrita por Armando Costa, Bráulio Pedroso, Domingos de Oliveira e Lenita Plonckzynska e dirigida por Dênis Carvalho, Walter Campos, Paulo Afonso Grisolli e Ary Coslov.

Trama[editar | editar código-fonte]

Um fotógrafo de moda, Eduardo Lusceno, o Edu, é o protagonista da série. Boa praça, conquistador, mulherengo, passa por várias situações complicadas por causa de suas conquistas amorosas.

Elenco fixo[editar | editar código-fonte]

Episódios[editar | editar código-fonte]

  • "Isso acontece…"
  • "Barriga"
  • "Vertigem de altura"
  • "Das dificuldades de ser homem"
  • "Gatinhas e gatões"
  • "Beleza"
  • "Maré baixa"
  • "Bagunça"
  • "Temporada de caça"
  • "Mulher de amigo meu pra mim é homem"
  • "Mamãe eu quero"

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde dezembro de 2009).
  • Amizade colorida substituiu a série Malu mulher em dia e horário, e falava do homem solteiro na cidade grande, com mais de trinta anos e perplexo ante a cada vez maior independência do sexo feminino.
  • O primeiro título pensado para a série foi Edu homem, mas foi deixado de lado porque poderia ser encarado como uma provocação às feministas, depois das reivindicações expressas em Malu mulher.
  • A série fez sucesso, mas durou pouco, principalmente devido ao moralismo do público. A gota d'água foi o episódio "Gatinhas e gatões", no qual Edu vai para a cama com uma mulher (Tamara Taxman) e com a filha dela (Carla Camurati). O resultado foi que, graças a pressões de grupos de telespectadoras indignadas, a série foi retirada do ar após onze episódios exibidos, entre abril e julho.
  • Cinco episódios foram reprisados em 1990, no Festival 25 Anos. E também entre 17 e 21 de abril de 1995, no Festival 30 Anos. Curiosamente, em ambas as vezes foi reprisado o episódio "Gatinhas e gatões" - o estopim para o final da série - em horário vespertino, sem causar a mesma celeuma.

Referências

  1. «Amizade colorida». Teledramaturgia. Consultado em 15 de novembro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]