Amoral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Amoral
Amoral at Tuska Open Air 2012.jpg
Informação geral
Origem Helsinque
País  Finlândia
Gênero(s) Death Metal Técnico (antigo)
Metal Técnico Progressivo Melódico (atual)
Período em atividade 1997 - 2017
Gravadora(s) Imperial Cassette
Integrantes Ari Koivunen
Ben Varon
Pekka Johansson
Juhana Karlsson
Masi Hukari
Niko Kalliojärvi
Ex-integrantes Matti Pitkänen, Ville Sorvali, Silver Ots, Erkki Silvennoinen
Página oficial www.AmoralWeb.com

Amoral foi uma banda de power metal de Helsinque, Finlândia. Esses músicos combinam elementos do heavy metal, death metal melódico, e metal progressivo. Amoral já lançou cinco álbuns, fizeram vários shows em bares, clubes, festivais e outros eventos na Finlândia, Europa, e Japão.

Em 2008, o vocalista Niko Kalliojärvi decidiu deixar a banda por motivos pessoais, e se afastou da indústria musical por alguns anos.

No dia 25 de novembro de 2008, a banda Amoral convidou Ari Koivunen, vencedor do Ídolos da Finlândia de 2007, para cantar na banda como membro oficial.

Em 26 de março de 2015 a banda anunciou a volta de Niko Kalliojärvi, tanto nos vocais quanto na guitarra, tornando assim, a Amoral uma banda composta por 2 vocalistas, 3 guitarristas (sendo um deles tecladista em parte do tempo), um baixista e um baterista.

Em 27 de julho de 2016 a banda anunciou o encerramento de suas atividades aconteceria no início de 2017, por motivo de divergência de interesses dos integrantes.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Amoral foi uma banda estabelecida pelos criadores Ben Varon e Juhana Karlsson em Helsinque, Finlândia, no final dos anos 90. A música da banda é melhor classificada como Rock Clássico para o Século XXI: versátil, pesada e movida a riffs, ainda que melódica e com uma batida poderosa. Um conjunto habilidoso e um desempenho puro caracterizam a Amoral, que é reconhecida internacionalmente como uma das bandas mais importantes da Finlândia. O desenvolvimento corajoso e independente de sua música pode ser ouvido durante seus cinco álbuns.

Depois de três álbuns bem recebidos, o desenvolvimento constante da banda culminou em 2009 em "Show Your Colors", o 4º álbum, em que os vocais, antes guturais, foram substituídos por vocais limpos e grandes refrões. O álbum foi a estreia do vocalista Ari Koivunen e do baixista Pekka Johansson. A música da Amoral foi anteriormente caracterizada pela mídia e por fãs como death metal, devido aos vocais guturais, mas agora a classificação varia de power metal a rock progressivo. "Show Your Colors" recebeu muitos elogios em seu lançamento. O primeiro single do álbum, "Year of the Suckerpunch" foi a música mais pedida de 2009 na estação de rádio finlandesa YleX. O álbum foi classificado pela votação popular como o 5º melhor álbum de metal nacional no Finnish Metal Awards de 2009. "Show Your Colors" também foi lançado na Grã-Bretanha, Alemanha, EUA, Canadá e Japão. Por essa altura a banda tinha feito mais de 200 shows, desde o Japão até a Rússia e toda a Europa.

Agora, os embaixadores finlandeses do Rock Clássico do século XXI estão de volta com o seu 5º álbum “Beneath”. O álbum segue o caminho iniciado com o álbum anterior da Amoral, “Show Your Colors”: a ênfase ainda está na composição sólida, grandes pegadas, arranjos frescos e riffs de guitarra interessantes. Embora em "Beneath" o leque seja maior do que nunca: de 9 minutos épicos (“Beneath”) a hinos ousados do rock (“Silhouette”, “Same Difference”), até relances do passado death metal da banda (“(Won't Go) Home”) e os inusitados casamentos entre guitarras acústicas e paisagens industriais (“Wastelands”), a banda simplesmente recusa-se a quaisquer formas de limitação.

Equipada com um novo guitarrista, Masi Hukari (que dividiu os deveres da guitarra com Ben Varon no novo álbum, bem como co-escreveu duas músicas), a banda sentiu-se mais faminta e inspirada que em anos ao escrever, ensaiar e gravar o novo álbum. Essa atitude e energia pode ser ouvida em “Beneath”, até agora o momento mais brilhante da banda.

“Beneath é definitivamente o álbum mais versátil da Amoral até agora. A banda obviamente encontrou seu próprio caminho, e mesmo que o material vá do estilo rock anos 80 ao mais melódico, até uma vibe Porcupine Tree, o álbum ainda se mantém como um todo forte. Ari (Koivunen, vocais) está com a voz na sua melhor forma, e os Floyd Roses dos guitarristas estão afiados ao máximo! Recomendado!” - Esa Holopainen, Amorphis [1]

Em abril de 2014 a banda começou a pré-produção de seu 7º álbum, enquanto as gravações em estúdio começaram em 13 de fevereiro de 2015. O álbum está previsto para ser lançado durante o início de 2016. Em 26 de março de 2015 foi anunciado a volta de Niko Kalliojärvi à banda, desta vez não só como vocalista (guturais/backing vocal) como terceiro guitarrista. Ari Koivunen (vocais limpos/guturais) também continua na banda, sendo assim, Amoral torna-se um sexteto.

No dia 27 de junho de 2015, durante o Tuska After Party, aconteceu a primeira performance de uma das músicas novas ao vivo e também foi o primeiro show com a nova formação completa.

Em 27 de julho de 2016 a banda anunciou o encerramento de suas atividades aconteceria no início de 2017, por motivo de divergência de interesses dos integrantes. A Amoral realizou um "Old School Tour" na Finlândia, tocando somente músicas dos 3 primeiros álbuns, fechando a carreira da banda como ela começou.

A banda tocou um último show no Tavastia Club, em Helsinki, em 5 de janeiro de 2017, contando com todos os membros que já passaram pela banda.

Membros[editar | editar código-fonte]

Membros atuais[editar | editar código-fonte]

Membros antigos[editar | editar código-fonte]

  • Silver Ots - guitarra, baixo (1997–2010)
  • Erkki Silvennoinen - baixo (2004–2007)
  • Matti Pitkänen - vocais (1997–2001)
  • Ville Sorvali - baixo (2001–2004)

Linha do Tempo[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio
Singles
Demos

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Traduzido da biografia oficial». Consultado em 21 de fevereiro de 2012. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.