Amphicoelias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde outubro de 2009). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde outubro de 2009). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaAmphicoelias
Ocorrência: Jurássico Superior
150 Ma
Amphicoelias altus

Amphicoelias altus
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Clado: Dinosauria
Subordem: Sauropodomorpha
Clado: Sauropoda
Clado: Flagellicaudata
Família: Diplodocidae
Género: Amphicoelias
Cope, 1878
Espécie-tipo
Amphicoelias altus
Cope, 1878
Sinónimos
  • A. fragillimus? Cope, 1878

Amphicoelias, cujo nome significa "dupla cavidade", foi um gênero de dinossauro que viveu durante o período Jurássico há aproximadamente 145 milhões de anos no Colorado, Estados Unidos, classificados em duas espécies: Amphicoelias fragillimus e Amphicoelias altus.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A espécie-tipo, A. altus, era semelhante ao Diplodocus carnegii, tanto em aparência quanto em tamanho, tendo 25 metros de comprimento.

Já a segunda espécie. A. fragillimus, é conhecida por apenas uma parte de seu esqueleto, que misteriosamente desapareceu (assim como os fósseis do Bruhathkayosaurus), fazendo com que seja impossível calcular o tamanho corretamente. De acordo com os dados fornecidos por Cope, a vértebra incompleta media 2,4 metros. Diferentes paleontologistas fizeram estimativas que variam entre 40 e 60 metros de comprimento[1] e uma massa de 122,4 toneladas para um Amphicoelias de 58 m.[2] Outros pesquisadores publicaram uma estimativa menor, de 49 m e 78,5 t.[3] Caso tais estimativas estejam corretas, esta espécie poderia ser considerada um dos, senão o maior animal terrestre que já existiu.

Referências

  1. «Amphicoelias». Consultado em 10 de Setembro de 2017 
  2. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome carpenter2006
  3. https://svpow.com/2010/02/19/how-big-was-amphicoelias-fragillimus-i-mean-really/
Ícone de esboço Este artigo sobre dinossauros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.