Amphicoelias fragillimus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaAmphicoelias fragillimus
Ocorrência: Jurássico superior
Modelo hipotético do A. fragillimus em parque na Polônia
Modelo hipotético do A. fragillimus em parque na Polônia
Estado de conservação
Extinta (fóssil)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Sauropodomorpha
Família: Diplodocidae
Género: Amphicoelias
Espécie: Amphicoelias fragillimus

Amphicoelias fragillimus pode ter sido o maior dinossauro alguma vez descoberto, possivelmente superando outros grandes dinossauros como o Argentinosaurus, Puertasaurus, Sauroposeidon e Barosaurus. Se existiu verdadeiramente, terá sido o maior vertebrado de sempre por uma longa margem, superando, em termos de comprimento, a baleia azul. No entanto, a única evidência fóssil que comprovava a sua existência perdeu-se, restando atualmente a sua descrição em desenho. Por este facto, algumas dúvidas têm sido levantadas quanto à sua real existência.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A espécie A. fragillimus é conhecida por apenas uma parte de seu esqueleto, que misteriosamente desapareceu (assim como os fósseis do Bruhathkayosaurus), fazendo com que seja impossível calcular o tamanho corretamente. De acordo com os dados fornecidos por Cope, a vértebra incompleta media 2,4 metros. Diferentes paleontologistas fizeram estimativas que variam entre 40 e 60 metros de comprimento[1] e uma massa de 122,4 toneladas para um Amphicoelias de 58 m.[2] Outros pesquisadores publicaram uma estimativa menor, de 49 m e 78,5 t.[3] Caso tais estimativas estejam corretas, esta espécie poderia ser considerada um dos, senão o maior animal terrestre que já existiu.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Amphicoelias». Consultado em 10 de Setembro de 2017. 
  2. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome carpenter2006
  3. https://svpow.com/2010/02/19/how-big-was-amphicoelias-fragillimus-i-mean-really/